PLACAR

Vasselin diz que a Polônia tem a melhor equipe do mundo

Foto: Divulgação/United Cup

Sydney (Austrália) – Depois de superar a Noruega nesta quinta-feira, a França terá um duro desafio nas semifinais da United Cup contra a Polônia de Iga Swiatek, líder do ranking da WTA, e Hubert Hurcakz, atual 9º colocado na ATP. Os dois times foram os únicos a conquistarem cinco vitórias em seis jogos na primeira fase, mas os próprios franceses enxergam os adversários como favoritos.

Segundo o duplista e também capitão Edouard Roger-Vasselin, a Polônia é o time a ser batido na competição. “É uma equipe muito forte e nós não temos nada a perder. Jogaremos talvez contra a melhor equipe do mundo, mas estamos bem confiantes. Fizemos bons jogos todos juntos, seremos fortes e estaremos aqui no sábado prontos para o desafio”, destacou na entrevista coletiva após a classificação contra os noruegueses.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Já para Caroline Garcia, que terá a missão de enfrentar a número 1 do mundo, o duelo será um bom teste às vésperas do Australian Open. “Cada partida é super importante e, obviamente, jogar contra a melhor jogadora do mundo é sempre um bom teste que nos leva ao limite. É por isso que você treina, porque quer poder competir na maior intensidade e tentar encontrar uma solução contra a melhor tenista”, explica.

“Fizemos algumas boas partidas no passado, então vamos ver o que vai acontecer desta vez. Mas, sim, é divertido jogar contra ela e é por isso que jogamos tênis”, acrescentou a francesa que perdeu três dos quatro jogos anteriores contra a polonesa. Sua única vitória foi justamente na casa da adversária, nas quartas de final do WTA 250 de Varsóvia, em 2022.

Por sua vez, Adrian Mannarino disputará uma espécie de tira-teima contra o top 10 Hubert Hurkacz, já que o confronto direto está empatado em 2 a 2. Mesmo assim, o francês acredita que o rival possui uma ligeira vantagem para o duelo em Sydney. “Jogamos algumas vezes um contra o outro e estamos empatados. Sei que não vai ser fácil e provavelmente ele tenha 55% de chance de vencer. Então veremos, vai ser interessante”, se limitou a dizer.

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
SANDRO
SANDRO
1 mês atrás

A POLÔNIA tem um timaço!!! A DUPLA IGA E HURKACZ arrasaram a DUPLA BIA e MARCELO MELO … Eles foram FULMINANTES!!!

William
William
1 mês atrás

Vai levar um rapa da Iga a Caroline Garcia. A polonesa está jogando com a faca nos dentes esse ano e está quase impossível batê-la..esperamos cenas dos próximos capítulos.

Ubiratan (Black)
1 mês atrás

Garcia teve muito sorte em adversárias, parecendo um torneio onde só vai pegar top 10/20 mais na frente, nesse caso só nas semi. Finalmente vai pegar o que Bia teve ainda era ano passado no torneio.
O Brasil não iria se classificar como melhor segundo nem que tivesse ganho as duplas da Espanha, que também nem estavam nessa disputa na última rodada de grupos em Perth. Para ressaltar a grande dificuldade do grupo.
Garcia pegou Kerber retornando, depois a Paolini foi a melhor ranqueada na sua frente, e agora teve nas quartas adversária top 600.
Com 3 vitórias conseguiu reduzir a metade do buraco entre ela e a top 19, que não será mais a Kudermetova, deixado após subida de ranking de Bia, Zheng e Kasatkina.
Ah! só ressaltando que Kudermetova não retomará rapidinho 3 posições devido a sua “grande” atuação de ser eliminada no primeiro jogo após um bye agora em Brisbane, mas pelas quedas das futuras mamães Kvitova e Bencic e também da Keys que também não entrou em quadra nesse ano e perdeu pontos da United Cup.
Bem! boa sorte pra Garcia com a Iga.

Ubiratan (Black)
1 mês atrás
Responder para  Ubiratan (Black)

Corrigindo! Kudermetova foi eliminada após só uma vitória depois do bye.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE