PLACAR

Técnico de Medvedev lamenta finais contra Nadal e Djoko

Foto: Garrett Ellwood/USTA

Monte Carlo (Mônaco) – Aos 27 anos de idade, o russo Daniil Medvedev acumula cinco finais de Grand Slam na carreira e possui um único título, conquistado no US Open de 2021. Em todas essas decisões, o atual número 3 do ranking enfrentou apenas dois adversários diferentes: Rafael Nadal e Novak Djokovic. Para o próprio técnico do tenista de Moscou, Gilles Cervara, a história do pupilo poderia ser outra se tivesse encarado outros jogadores nessas ocasiões.

“Claro que gostaria que ele ganhasse mais [Slam]. A única coisa que posso dizer é que ele jogou todas as suas finais contra Nadal e Djokovic. Isso faz uma grande diferença em relação a outros adversários teóricos numa final. Eu adoraria ver o Daniil numa final contra o Alcaraz ou Sinner. Estou muito curioso para ver qual seria o resultado”, disse o treinador francês em entrevista ao Championat.

Das cinco finais de Grand Slam disputadas por Medvedev contra Nadal e Djokovic, foram duas derrotas para o espanhol em jogos memoráveis de cinco sets, no US Open de 2019 e no Australian Open do ano passado, e outras duas quedas em sets diretos para o sérvio, em Melbourne na temporada de 2021 e em Nova York neste ano. O único triunfo aconteceu diante de Nole em Flushing Meadows, há dois anos, por 3 a 0.

Citado por Cervara, o número 2 do mundo Carlos Alcaraz já encontrou com o Urso três vezes em jogos de Slam. O jovem espanhol levou a melhor na semifinal de Wimbledon de 2023 e perdeu as outras duas, na terceira rodada de Londres em 2021 e na mais recente semifinal do US Open. Já o italiano Jannik Sinner, também mencionado pelo francês, nunca enfrentou Medvedev em partidas de Major.

O técnico inclusive relembrou com detalhes a vitória de Medvedev contra Alcaraz em Nova York. “Tínhamos que melhorar seu jogo para ter uma oportunidade, algo que não aconteceu em Wimbledon e Indian Wells. Não sabíamos se ia funcionar ou não, porque o Alcaraz tem as ferramentas certas para dar problemas ao Daniil, como potência e jogo de rede. No final, decidimos ser agressivos. Disse ao Daniil que não podíamos esperar pelos erros e deveríamos pressionar. Ele fez isso de uma maneira brilhante e alcançou uma das melhores vitórias de sua carreira.”

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Emerson Laker
Emerson Laker
2 meses atrás

Aquela derrota na final do AO 2022 foi inexplicável. Lembrou bastante Federer quando entregava final ganha

Sandro Paixão
Sandro Paixão
2 meses atrás

“Eu adoraria ver o Daniil numa final contra o Alcaraz ou Sinner. Estou muito curioso para ver qual seria o resultado.” (Gilles Cervara)
Acho que vai ter que esperar “um pouquinho” mais …
Dá-lhe GOAT !

Jorge
2 meses atrás

Sinner e Alcaraz não tem físico o suficiente para aguentar com Medvedev em 5 sets. Se quiserem vencer, tem que ser em sets direto.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
2 meses atrás

Tem uma grande diferença entre fazer um comentário num portal da internet especializado em tênis e entrar numa quadra, na final de um grand slam, pra enfrentar uma lenda do tênis, que na época tinha 20 grand slams no currículo, em melhor de 5 sets. Fazer o comentário, com certeza, é infinitamente mais fácil.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE