PLACAR

Tcheca de 17 anos conquista o WTA 125 do Chile

Sara Bejlek (Foto: LP Open by IND)

Santiago (Chile) – Em uma final entre duas representantes da nova geração, a tcheca de 17 anos Sara Bejlek conquistou neste domingo o maior título da carreira, no WTA 125 de Colina, no Chile. Bejlek superou na decisão a francesa Diane Parry, de 21 anos e 104ª do ranking, por 6/2 e 6/1 em apenas 1h11 de partida.

Dominante durante toda a partida, Bejlek colocou pressão o tempo todo sobre o saque de Parry. Ela criou 15 break-points no jogo e conseguiu cinco quebras, três no primeiro set e mais duas na segunda parcial. Durante o set incial, a tcheca cedeu apenas seis pontos em seus games de serviço. Já no segundo, salvou quatro break-points, quando já liderava por 3/1, antes de voltar a quebrar e fechar o jogo.

Bejlek fez parte da equipe tcheca campeã da Billie Jean King Cup Junior em 2021 e já no ano passado disputou seu primeiro Grand Slam como profissional, depois de furar o quali no US Open. Atual 194ª do ranking da WTA, ela recebe 160 pontos pela conquista e salta para o 134º lugar, melhor marca da carreira. Até então, seus únicos títulos no circuito profissional eram em seis torneios da ITF, com premiações entre US$ 25 mil e US$ 60 mil.

Finalistas seguem para Florianópolis
Na semana que vem, as duas jovens finalistas jogarão o WTA 125 de Florianópolis, disputado nas quadras de saibro da Super 9 Tennis Park, no Jurerê Sports Center. Parry é a quinta cabeça de chave e estreia contra a romena Anca Todoni. Já Bejlek desafia a experiente italiana Sara Errani, ex-top 5 e finalista de Roland Garros em 2012.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE