PLACAR

Swiatek tenta igualar feito de Graf, Federer e Djokovic

Foto: Jared Wickerham/BNP Paribas Open

Miami (EUA) – Campeã do WTA 1000 de Indian Wells na última semana, a polonesa Iga Swiatek poderá igualar em Miami um feito que somente outros três tenistas, entre homens e mulheres, já foram capazes de alcançar. Caso seja campeã do torneio, ela se juntará à alemã Steffi Graf, ao suíço Roger Federer e ao sérvio Novak Djokovic como os único as conquistarem pelo menos duas vezes na carreira o famoso ‘Sunshine Double’, que corresponde aos títulos de Indian e Miami no mesmo ano.

A primeira vez que a atual número 1 do mundo chegou lá foi em 2022, batendo nas finais a grega Maria Sakkari no deserto e a japonesa Naomi Osaka na Flórida. Novamente campeã na Califórnia em cima de Sakkari nesta temporada, Iga chega a Miami como a principal favorita do torneio e com 16% de chance de repetir a dobradinha no piso duro norte-americano, segundo dados da Opta Analyst, empresa especialista em dados e estatísticas no esporte.

Ela inicia campanha nesta sexta-feira contra a italiana Camila Giorgi, contra quem tem uma derrota e uma vitória. Curiosamente, os dois encontros aconteceram pela segunda rodada do Australian Open, com triunfos de Giorgi em 2019 e de Swiatek em 2021.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Dentre os três jogadores que já faturaram o ‘Sunshine Double’ em mais de uma oportunidade, Graf foi a primeira a consegui-lo, nos anos de 1994 e 1996. Na década seguinte, foi a vez de Roger Federer se tornar o primeiro homem a levantar os dois troféus em múltiplas temporadas, alcançando o feito em 2005 e 2006, e tornando a repeti-lo em 2017. Já Novak Djokovic é o único que conseguiu vencer em sequência Indian Wells e Miami em quatro temporadas distintas: 2011, 2014, 2015 e 2016.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
23 dias atrás

Pois é! O GOAT conseguiu conquistar o ‘Sunshine Double’ pela primeira vez em 2011 e depois ganhou por três anos seguidos: 2014, 2015 e 2016. Está aí um dos motivos que fez com que ele priorizasse a volta pra casa ao invés da disputa do Master 1000 de Miami 2024. Ele não precisa de mais um título do Master 1000 de Miami no seu currículo.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE