PLACAR

Swiatek e Gauff avançam e seguem em rota de colisão

Foto: Internazionali BNL d'Italia

Roma (Itália) – A parte de cima da chave do WTA 1000 de Roma está cada vez mais perto de ter seus dois principais nomes se enfrentando nas semifinais. Nesta segunda-feira, a polonesa Iga Swiatek e a norte-americana Coco Gauff carimbaram suas classificações para as quartas de final e estão a apenas uma vitória de um duelo valendo um lugar na decisão.

Principal favorita ao título, Iga ampliou a sequência de vitórias e chegou ao nono triunfo consecutivo, batendo a alemã Angelique Kerber em sets diretos, com o placar final de 7/5 e 6/3. Nas quartas de final, a polonesa terá pela frente a norte-americana Madison Keys, que passou fácil pelas oitavas, arrasando a romena Sorana Cirstea em dois sets.

Já para alcançar também as quartas de final no saibro romano, Coco teve bem mais trabalho, saiu perdendo da espanhola Paula Badosa e teve que buscar a virada, gastando 2h28 para marcar parciais de 5/7, 6/4 e 6/1. Sua próxima adversária será a chinesa Qinwen Zheng, que venceu o duelo asiático com a japonesa Naomi Osaka por 2 a 0.

Swiatek não teve vida fácil

Apesar de ter avançado em sets diretos, a líder do ranking encontrou bastante resistência em Kerber, que dificultou o quanto pôde. No primeiro set, a alemã perdeu o saque no oitavo game, devolveu o break no nono e então salvou cinco set-points no décimo. Porém, Iga bateu o saque da rival no 12º e assim largou na frente.

Na segunda parcial, a germânica ex-número 1 do mundo chegou a vencer os dois primeiros games, mas não manteve o nível até o final. Após devolver o break para empatar por 2/2 e perder um break-point no sexto game, Swiatek anotou a quebra decisiva no oitavo e então confirmou de zero para selar a vitória e se garantir nas quartas.

Susto e virada para Gauff

Derrotada na estreia em Madri, Badosa mostrou um grande tênis na disputa de Roma e deu um susto em Gauff, vencendo o primeiro set com uma quebra de diferença. A espanhola manteve o jogo parelho na segunda parcial até o final, com dois breaks para cada lado, mas perdeu o saque no décimo e assim viu a norte-americana deixar tudo igual.

A espanhola até largou com quebra no segundo set, mas seu nível foi diminuindo e ela não conseguiu vencer um game mais sequer, levando um “pneu” moral de Gauff, que anotou três quebras consecutivas para sair de 0/1 para fechar com 6/1 e definir a virada sobre Badosa.

11 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
YAN
YAN
8 dias atrás

Mais uma excelente atuação da Swiatek, a polonesa entra em quadra pra dominar as adversárias e não para até atingir seu objetivo. Só uma observação off-courts: não costumo comentar a roupa dos tenistas, mas essa patrocinadora dela (On) podia fazer uns modelos novos, já tá usando esse faz tempo ein.

Refaelov
Refaelov
8 dias atrás
Responder para  YAN

Justamente, a Kerber jogou uma belíssima partida mas, a Iga simplesmente obriga a adversária a jogar num nível de risco mtoooo difícil de sustentar durante todo o jogo..

Paulo
Paulo
8 dias atrás

Se a Iga e Gauff passarem vai ser bem legal de ver. Estou esperando o crescimento da Gauff esta temporada.

YAN
YAN
8 dias atrás
Responder para  Paulo

A Gauff não vai mais crescer não, ela já atingiu seu limite máximo de altura.

Paulo
Paulo
8 dias atrás
Responder para  YAN

kkkkk

João Sawao ando
João Sawao ando
8 dias atrás

Se for iga é gauff. Da iga

Rodrigo Soares
Rodrigo Soares
8 dias atrás

Sinistro a instabilidade da Iga. Não sou fã do estilo de jogo dela, mas é uma que com certeza vai entrar na lista das melhores da história.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
8 dias atrás

O encontro entre a Coco Gauff e a Iga Swiatek já era pra ter acontecido na semifinal do WTA 1000 de Madri. Só não aconteceu porque a Gauff perdeu exatamente para a Madison Keys nas oitavas de final. Em Madri, a Iga fez a sua parte e a Gauff não, por isso o encontro não aconteceu. Em Roma, estão a um jogo de se encontrarem. Vamos ver o que acontece.

trackback

[…] na coletiva de imprensa após a vitória sobre a alemã Angelique Kerber por 7/5 e 6/3 nesta segunda-feira, Swiatek destacou o aspecto mental do jogo. Especialmente por ter […]

Ramiro Cora
Ramiro Cora
8 dias atrás

mas antes de toda essa polémica com Gauf… tem que avisar/combinar com a Q. Zheng ..rsrsrs (parece que ignoramos que ela é 8º no ranking e lembrar aonde chegou no Australia Open. Sempre esquecemos ou não damos muito valor às chinesas. Depois vem as “surpresas”.)

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
8 dias atrás
Responder para  Ramiro Cora

E também não contar como certa uma vitória da Iga Swiatek sobre a Madison Keys. Pode acontecer surpresas como ocorreu quando a Iga perdeu no AO para a Linda Noskova, no WTA 1000 de Dubai para a Anna Kalinskaya e no WTA 1000 de Miami para a Ekaterina Alexandrova.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE