PLACAR

Struff arrasa o bicampeão Rune e enfrenta Fritz na final

Jan-Lennard Struff (Foto: BMW Open)

Munique (Alemanha) – A torcida alemã terá a oportunidade de apoiar um tenista da casa na final do ATP 250 de Munique. O experiente Jan-Lennard Struff, de 33 anos e 28º do ranking, garantiu vaga na decisão depois de conseguir duas vitórias neste sábado, uma delas sobre o bicampeão Holger Rune. Ainda em busca de seu primeiro título de ATP, Struff disputará a quarta final da carreira.

A rodada dupla de Struff começou com os últimos games da partida das quartas de final contra o canadense Félix Auger-Aliassime, em jogo que havia sido suspenso por falta de luz natural na última sexta-feira. O alemão, que já tinha 7/5 e 3/1 no dia anterior venceu a segunda parcial por 6/4 e garantiu o confronto contra Rune, número 12 do mundo.

Horas depois, diante do dinamarquês, o tenista da casa teve uma atuação irretocável e marcou 6/2 e 6/0 em apenas 45 minutos de partida. Struff disparou oito aces, enfrentou apenas um break-point e colocou pressão constante sobre os games de saque de Rune para conseguir cinco quebras de serviço. O alemão cedeu apenas sete pontos no saque e só um quando colocou o primeiro serviço em quadra.

O adversário de Struff na final deste domingo será o norte-americano Taylor Fritz, número 15 do mundo, que derrotou o chileno Cristian Garin, campeão em 2019 e atual 106º do ranking aos 27 anos, por 6/3 e 6/4. Aos 27 anos, Fritz acumula sete títulos e cinco vice-campeonatos no circuito e chega à sua primeira final no saibro.

Os dois finalistas de Munique já se enfrentaram duas vezes, com uma vitória para cada lado. Struff venceu na grama de Wimbledon em 2019, enquanto Fritz levou a melhor na quadra dura e coberta de São Petersburgo em 2021.

 

5 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Rbclima
Rbclima
1 mês atrás

Puts, atropelou!

Guilherme Ribeiro
Guilherme Ribeiro
1 mês atrás

Fritz e Struff na final. Fritz fará sua 13º final de ATP, vai atrás de seu 8º título, o 1º no saibro. Struff tem 33 anos, já foi 21 do mundo, 200 vitórias na ATP e nunca ganhou um ATP. Busca um título inédito em sua 4º final de ATP. Acho o Fritz mais jogador, mas o Struff é mais habituado ao saibro. Aposto no Fritz, mas será jogo duro e gostaria do Struff vencer. Merece pela carreira ganhar um ATP

Marcos Antonio Vargas Pereira
Marcos Antonio Vargas Pereira
1 mês atrás
Responder para  Guilherme Ribeiro

E o Thomaz Bellucci disputou 9 Finais, ganhou 4 ficou por 7 anos no top 50 e um Monte de loucos acham que foi um coadjuvante

Guilherme do ES Ribeiro
Guilherme do ES Ribeiro
1 mês atrás

Esses são aqueles que só sabem criticar. Foi um baita tenista. Mas uma pequena correção, foram oito finais.

Ana
Ana
1 mês atrás

Acho bom o Hune tomar uma dessas e talvez voltar pra Terra…

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wild enfrenta inspirado Monfils e a torcida francesa em Paris

A homenagem de Roland Garros ao adeus de Alizé Cornet

PUBLICIDADE