PLACAR

Stefani terá parceira holandesa e busca novo técnico

Foto: Luiz Cândido/CBT

São Paulo (SP) – Brasileira mais bem colocada no ranking de duplas da WTA, ocupando atualmente o 18º lugar, Luísa Stefani já tem parceira definida para o início de 2024. Ela jogará ao lado da holandesa Demi Schuurs, jogadora de 30 anos e 19ª colocada. A assessoria de imprensa da tenista confirmou a informação.

Stefani conquistou três títulos de WTA 500 com parceiras diferentes na temporada de 2023, em Adelaide com a norte-americana Taylor Townsend, Abu Dhabi com a chinesa Shuai Zhang e na grama de Berlim ao lado da francesa Caroline Garcia. A paulistana de 26 anos também foi campeã de duplas mistas do Australian Open, em parceria com o gaúcho Rafael Matos.

Por sua vez, Schuurs disputou as duas últimas temporadas com a norte-americana Desirae Krawczyk, conquistando o bicampeonato no WTA 500 de Stuttgart e vencendo também um título em Eastbourne este ano. A parceria esteve nas duas últimas edições do Finals. Especialista em duplas, a também conseguiu um bom resultado em simples em setembro, ao furar o quali do WTA 1000 de Guadalajara.

Outra informação importante a respeito de Stefani é o fim da parceria com o técnico Léo Azevedo. A tenista falou ao blog Saque e Voleio, do UOL, que a decisão foi amigável e tem a ver com o fato de o treinador também ter o trabalho na coordenação técnica do time RTB, em São Paulo, o que o impede de viajar com a jogadora em muitas semanas da temporada.

“Confirmo que não continuarei com o Léo, principalmente por conta da agenda que ele tem como head coach da Rede Tenis Brasil”, afirmou Stefani, por meio de comunicado oficial. “Sou muito grata por tudo, somos amigos e assim seguiremos. Estou em reestruturação de nossa equipe e nos próximos dias vou definir os próximos passos”.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE