PLACAR

Stefani e Schuurs param nas oitavas de final em Madri

Foto: KNLTB, The Royal Dutch Lawn Tennis Association

Madri (Espanha) – Chegou ao fim a participação brasileira na chave de duplas do WTA 1000 de Madri. Depois de a parceria 100% nacional de Beatriz Haddad Maia e Ingrid Martins cair na primeira rodada, foi a vez de Luisa Stefani se despedir do torneio na capital espanhola. Atual 10ª colocada no ranking da especialidade, a paulista de 26 anos foi derrotada ao lado holandesa Demi Schuurs, nas oitavas de final, pelas chinesas Xinyu Wang e Saisai Zheng, que triunfaram por 7/6 (7-4), 2/6 e 10-5 após 1h45 de batalha.

Cabeças de chave 3 da competição, Stefani e Schuurs são neste momento a sexta melhor dupla da temporada e estão dentro da zona de classificação para o WTA Finals, que será realizado em Riad, na Arábia Saudita. Já no ranking que considera as pontuações individuais, Luisa se mantém por enquanto no top 10, mas ainda pode ser ultrapassada pela norte-americana Desirae Krawczyk, que já está nas quartas de final ao lado da compatriota Caroline Dolehide. Por sua vez, Schuurs está ganhando uma posição e assumindo o 11º lugar.

Juntas, a brasileira e a holandesa já disputaram seis torneios nesta temporada e foram campeãs do WTA 1000 de Doha. Elas também fizeram quartas no Australian Open e em Indian Wells. Luisa ainda chegou à semi do WTA 500 de Abu Dhabi jogando com Bia.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Pelo lado das chinesas, Xinyu Wang ocupa hoje a 23ª colocação da WTA e está garantido seu retorno à faixa das 20 melhores, subindo provisoriamente para o 19º posto, um abaixo do seu recorde pessoal. Enquanto isso, Zheng, que já foi número 15 do mundo, é hoje apenas a 548ª e está dando um salto para o 254º lugar. As duas buscam seu primeiro título de nível 1000 da carreira.

O próximo desafio de Wang e Zheng será contra as espanholas Sara Sorribes e Cristina Bucsa, algozes de Bia e Ingrid na abertura do torneio e que passaram também pela taiwanesa Hao-Ching Chan e a russa Veronika Kudermetova no último domingo.

Chinesas fizeram a diferença nos desempates

A partida começou complicada para Luisa Stefani e Demi Schuurs, que tiveram de salvar três break-points já no terceiro game. No quinto, elas novamente foram mal no serviço e acabaram sofrendo a primeira quebra do jogo. Na sequência, a brasileira e a holandesa chegaram a ter quatro chances de devolverem o break, mas desperdiçaram todas e logo depois sofreram outra quebra, permitindo que Wang e Zheng abrissem 5/2.

Foi então que as cabeças 3 mostraram poder de reação e venceram quatro games seguidos, salvando três set-points. A definição do set foi para o tiebreak e as chineses prevaleceram, saindo na frente no placar.

Mais firmes, Stefani e Schuurs começaram a segunda parcial com duas quebras de frente, mas viram as adversárias devolverem uma delas no quarto game. No entanto, elas administraram bem a vantagem até o fim e ainda conseguiram superar o serviço das oponentes mais uma vez antes de fecharem em 6/2.

Assim como no desempate do primeiro set, Wang e Zheng estiveram na frente durante todo o match-tiebreak e não deram chance de reação para a dupla rival, fechando a parcial decisiva em 10-5 para garantir a classificação.

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
André
André
1 mês atrás

Lamentável ….

Gisele Matias
Gisele Matias
1 mês atrás

Não deu

João Sawao ando
João Sawao ando
1 mês atrás

Que pena Stefani.vamos para a próxima

Sidney
Sidney
1 mês atrás

Jogo duro, três sets, próxima semana…

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE