PLACAR

Sinner supera desconforto no quadril e faz oitavas em Madri

Foto: Mutua Madrid Open

Madri (Espanha) – Diferentemente da estreia, em que atropelou o compatriota Lorenzo Sonego com direito a “pneu”, o italiano Jannik Sinner teve certas dificuldades para passar pelo russo Pavel Kotov na terceira rodada do Masters 1000 de Madrid. Atual número 2 do mundo e principal favorito ao título na capital espanhola, o jovem de 22 anos sentiu um desconforto na região do quadril, mas mesmo assim garantiu vaga nas oitavas de final ao vencer com as parciais de 6/2 e 7/5 em 1h38 de partida.

Com o triunfo, Sinner repete sua melhor campanha em Madri, igualando o resultado de 2022. No ano passado, ele não disputou a competição, enquanto que em 2021 acabou parando na segunda fase. Embora ainda não seja possível tomar a liderança de Novak Djokovic, o italiano sonha em diminuir drasticamente a distância para o sérvio no ranking. Atualmente 1.330 pontos atrás de Nole, o italiano não tem nada a descontar na próxima atualização da ATP e tenta somar o máximo que conseguir para de fato brigar pelo topo em Roma e Roland Garros.

Sobre a lesão, o jovem tenista afirmou que esse tem sido um problema recorrente, mas minimizou a gravidade. “Tenho lutado um pouco com o meu quadril direito. Estamos tentando encontrar uma solução e não acho que seja nada sério. Às vezes sinto mais como hoje e alguns dias são um pouco melhores. Tenho uma boa equipe atrás de mim e vamos tentar fazer meu corpo funcionar. Amanhã decidiremos o que é melhor para mim e para o meu corpo”, disse na entrevista em quadra após a partida.

Dificuldades com o saque e oscilações

Com o italiano longe da melhor forma física, o jogo desta segunda-feira foi repleto de altos e baixos. A começar pela instabilidade de ambos os sacadores, com seis quebras de serviço em oito games disputados no primeiro set. Sinner então se sobressaiu ao aproveitar o baixíssimo aproveitamento de 25% de Kotov nos pontos com o primeiro saque e de 36% com o segundo, concretizando quatro dos sete break-points que teve a favor em toda a parcial.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

No segundo set, foi o russo quem obteve a primeira quebra e administrou sem sustos a vantagem até a reta final.  No entanto, na hora de sacar para fechar, Kotov desperdiçou um set-point e viu Sinner devolver o break para empatar e logo na sequência virar a partida. No 12º game, o italiano pressionou mais uma vez o serviço do oponente, acertou um winner de devolução num saque por baixo na vantagem do oponente e concluiu a vitória no seu quarto match-point.

Próximo desafio será contra Khachanov

Pouco depois de garantir a classificação às oitavas, Jannik Sinner já conheceu o seu próximo adversário e será outro jogador russo. Trata-se de Karen Khachanov, cabeça 16 do torneio e que derrubou o também italiano Flavio Cobolli por 7/5 e 6/4 em 1h33 de jogo. Os dois já se enfrentaram quatro vezes no circuito, todas em quadra dura, e Sinner venceu três, incluindo o duelo mais recente nas oitavas de final do Australian Open.

Campeão do ATP 250 de Doha no fim de fevereiro, Khachanov também foi semifinalista em Marselha e fez quartas em Monte Carlo há duas semanas. Em Madri, tem como melhor resultado as quartas de final do ano passado. Até por isso, ele tem 180 pontos a defender e está momentaneamente sendo ultrapassado pelo cazaque Alexander Bublik, caindo para o 17º posto do ranking.

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Luis Vanderley Santana
Luis Vanderley Santana
20 dias atrás

O circuito exige muito dos tenistas,os dois favoritos sempre lutando contra contusões

Marcos Ribeiro
Marcos Ribeiro
20 dias atrás

Problema no quadril é difícil de resolver, como bem sabe o Guga, e que não foi o 1o. a ter de largar o tênis por este motivo. Tomara que o Sinner e a sua equipe consigam solucioná-lo, mas isto levanta algumas bandeiras amarelas na pista da sua carreira no tênis…

Rodrigo
Rodrigo
20 dias atrás

Ele ganhou do Sonego na primeira rodada e não do Musetti.

Paulo H
Paulo H
19 dias atrás

Humm, problema no quadril nunca é fácil. Guga, Murray, Nadal, a lista é longa.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Nadal leva público italiano ao delírio com incrível reação

Conheça o que aconteceu nos bastidores do WTA 100 de Madri

PUBLICIDADE