PLACAR

Sinner se revolta com organização e desiste de Paris

Foto: Rolex Paris Masters

* Atualizado com a desistência de Sinner

Paris (França) – Depois de fechar a rodada de quarta-feira na quadra central do Masters 1000 de Paris, completando sua vitória de virada sobre o norte-americano Mackenzie McDonald às 2h37 já de quinta-feira (no horário local), o italiano Jannik Sinner não escondeu seu descontentamento com a organização do torneio e a programação das partidas.

“Sinceramente, não sei se vou jogar as oitavas de final, veremos como me sinto amanhã”, afirmou o italiano, que deveria jogar menos de 15h depois de sair de quadra. Sinner acabou desistindo da competição e não enfrentará o australiano Alex de Minaur pelas oitavas de final nesta quinta.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Com seis partidas marcadas para a quadra central do Palácio de Bercy, quem tem feito a última delas acaba saindo bem tarde de quadra, em uma situação que vem se repetindo no decorrer da semana. Os jogadores já reclamaram antes, mas Sinner desta vez foi mais incisivo.

Até mesmo quem não tem nada a ver com a situação, como o norueguês Casper Ruud, que foi eliminado nesta quarta-feira pelo argentino Francisco Cerúndolo, usou as redes sociais para criticar a direção.

“Bravo, que maneira de ajudar um dos melhores jogadores do mundo a se recuperar e estar o mais preparado possível, quando ele termina seu jogo às 2h37. Dar 14h30 para recuperação é uma piada”, escreveu o norueguês em sua conta no Twitter, comentando a programação de Paris desta quinta-feira.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE