PLACAR

Sinner prevê semi dura contra o atual campeão Medvedev

Foto: Juarez Santos

Miami (EUA) – Primeiro semifinalista do Masters 1000 de Miami, o italiano Jannik Sinner acabou com a festa do tcheco Tomas Machac no torneio com uma firme vitória em sets diretos na última quarta-feira. Em busca de mais uma final na Flórida, onde foi vice-campeão em 2021 e 2023, ele terá pela frente o russo Daniil Medvedev, que defende o título conquistado na temporada passada.

Os dois já se enfrentaram 10 vezes, Medvedev venceu as seis primeiras, a última delas justamente na final de Miami do ano passado, e depois perdeu as quatro últimas. “Ele chegou à final em Indian Wells, além disso, tem boa confiança e está jogando muito bem, especialmente aqui neste torneio. No ano passado ele foi campeão”, comentou Sinner.

“Vai ser um jogo potencialmente muito tático, tenho que estar pronto se ele começar de forma semelhante à da Austrália. Tenho que estar pronto e tentar entender isso antes. Então talvez ele mude algumas coisas. Então vamos ver, vai ser um teste interessante para mim”, falou o italiano, que bateu Medvedev de virada na final do Australian Open deste ano após perder os dois primeiros sets.

Sobre a vitória nas quartas contra Machac, ele contou que precisou de um tempo para entender melhor o seu adversário. “Não sabia exatamente o que esperar. Com certeza tentei estudar um pouco o meu adversário, mas jogar contra é obviamente um pouco diferente. Tentei ver o que podia fazer taticamente melhor para vencê-lo”, analisou Sinner..

“Comecei bem com uma quebra, mas então ele me quebrou imediatamente e depois disso foi realmente desafiador. Mas quando ganhei o primeiro set, me senti um pouco mais livre para acertar a bola e acho que isso fez a diferença hoje”, acrescentou o número 3 do mundo.

Questionado sobre as qualidades do tcheco, ele destacou sua movimentação e o jogo na rede. “Fisicamente está muito bem, se movimenta muito rápido e tem um timing incrível com a bola. Ele pode produzir golpes muito rápidos e tem voleios realmente bons, então quando ele chega à rede, faz tudo muito bem”, observou Sinner.

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Sociedade da Neve
Sociedade da Neve
17 dias atrás

Sabe oq eu acho engraçado, quando Alcatraz venceu Wimbledon e Sinner o AO, começaram a falar em “passagem de bastão”, porém os caras são 3 gerações depois de Nadal e Djokovic.
Passou a geração Nishikori e a geração Medvedev e só agora falam em passagem de bastão.
Por isso eu não consigo ver um resto de carreira muito glorioso pra Medvedev, vai ter uma porção de vice

ivens
ivens
17 dias atrás
Responder para  Sociedade da Neve

me parece bem glorioso ser vice de tantos campeonatos importantes….

Eduardo Miranda
Eduardo Miranda
17 dias atrás
Responder para  ivens

Fora o dinheiro que vai ganhar!

Eduardo Miranda
Eduardo Miranda
17 dias atrás
Responder para  ivens

Além disso, ganhar uma boa grana

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE