PLACAR

Sinner larga no Finals com vitória sobre Tsitsipas

Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour

Turim (Itália) – Na partida que abriu a disputa de simples do ATP Finals deste ano, o italiano Jannik Sinner aproveitou o melhor momento para derrotar o grego Stefanos Tsitsipas com duplo 6/4 anotado depois de 1h25 de confronto. Esta foi a segunda vitória seguida do tenista da casa sobre o rival, mas apenas a terceira em oito duelos.

Classificado para a competição pela primeira vez de forma direta, Sinner havia feito sua estreia no Finals dois anos antes, entrando no lugar do compatriota Matteo Berretini. Na época, ele disputou dois jogos na fase de grupos, venceu um e perdeu outro e não se classificou para as semifinais. Com o resultado deste sábado o italiano deu um passo importante para avançar.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

A temporada de 2023 foi a melhor de sua carreira até então, com quatro títulos, entre eles o seu primeiro Masters 1000, levantando a taça em Toronto. O triunfo sobre Tsitsipas foi o 58º do ano, maior número para um italiano desde a Era Aberta, e o nono contra rivais do top 10 na temporada.

Ocupando atualmente a quarta colocação no ranking, a melhor da carreira, Sinner conquista 200 pontos com o resultado deste sábado e praticamente garante que irá fechar o ano no top 5, podendo se tornar assim o primeiro italiano da história a terminar tão bem colocado no ranking da ATP.

Sinner estava afiado com o saque, venceu 80% dos pontos disputados, sendo nove deles com aces. O grande desempenho do italiano fez com que ele não enfrentasse um break-point sequer contra, ao passo que Tsitsipas, que teve 66% nos serviços, foi ameaçado cinco vezes no decorrer da partida, levou uma quebra em cada set e assim acabou derrotado.

Além do ótimo serviço, o italiano mostrou bastante consistência no duelo, anotou mais bolas vencedoras que o rival (21 a 16) e os mesmos cinco erros não forçados. A única vantagem de Tsitsipas nos números foi nas subidas à rede, vencendo 80% dos pontos contra 67% de Sinner.

O equilíbrio foi a marca da partida, mas Sinner foi um pouco melhor e com isso teve suas chances. No primeiro set, ele anotou quebra no único break-point que teve, no sétimo game, administrando a vantagem. O italiano teve um pouco mais de refresco na segunda parcial, começando bem melhor, com uma quebra logo no primeiro game e três break-points no terceiro. Depois disso, ele seguiu na frente até o fim e garantiu a vitória.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE