PLACAR

Sinner enfim bate Medvedev e conquista Pequim

Foto: China Open

Pequim (China) – Derrotado nos seis confrontos anteriores contra o russo Daniil Medvedev, o italiano Jannik Sinner enfim conseguiu derrotar o rival pela primeira vez e a vitória não poderia vir em melhor momento do que na final do ATP 500 de Pequim, nesta quarta-feira, levando a melhor em duelo equilibradíssimo e definido em dois tiebreaks, com placar final de 7/6 (7-2) e 7/6 (7-2).

Aos 22 anos de idade, Sinner entrou em quadra pela quinta vez para disputar uma final na atual temporada e conquistou seu terceiro título em 2023. No geral, o italiano soma agora nove títulos e três vice-campeonatos. Neste ano, ele também foi o campeão do ATP 250 de Montpellier e do Masters 1000 de Toronto.

O título na capital chinesa levará Sinner para a quarta colocação no ranking. Atual número 7 do mundo, ele será apenas o segundo italiano a alcançar o top 5 na história da ATP (desde 1973), igualando o feito de Adriano Panatta, que também alcançou a quarta colocação no ranking em agosto de 1976.

Sinner se tornou também o terceiro em 2023 a vencer um torneio batendo os dois principais cabeças de chave na competição. Além de derrotar o segundo favorito Medvedev na final, ele superou o espanhol Carlos Alcaraz, mais bem cotado ao título em Pequim, nas semifinais. O italiano vai levar para casa uma premiação de US$ 679.550, enquanto o vice russo receberá US$ 365.640.

A partida foi muito parelha, com poucas chances para cada lado e ambos sacando muito bem, tanto que não houve quebras. Com 79% de aproveitamento de serviço, Sinner enfrentou apenas um break-point, enquanto do outro lado Medvedev venceu 69% dos pontos com o saque e salvou as cinco chances de quebra que cedeu no decorrer da disputa.

Sinner teve apenas quatro bolas vencedoras a mais do que o rival (30 a 26) e dois erros não forçados a mais (13 a 11), fazendo a diferença nos pontos junto à rede. Enquanto ele subiu 33 vezes e venceu 23 (70%), Medvedev até teve um aproveitamento melhor (73%), mas faturou apenas oito pontos em 11 subidas.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE