PLACAR

Sinner: ‘Duelos com Djokovic me fazem melhorar’

Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour

Turim (Itália) – Apesar da derrota na decisão do ATP Finals, Jannik Sinner destacou pontos positivos de sua primeira participação no torneio entre os oito melhores do mundo. Jogando em casa e depois de ter vencido quatro partidas na semana em Turim, o jovem italiano de 22 anos foi superado neste domingo pelo número 1 do mundo Novak Djokovic, que conquistou seu sétimo título no Finals e se tornou o maior campeão do evento. Foi uma revanche entre eles, já que Sinner havia derrotado o sérvio durante a fase de grupos na última terça-feira.

“Acho que hoje ele jogou muito bem, especialmente no ralis do fundo da quadra. Mas acho também que hoje não fui tão forte em alguns momentos e senti que caí um pouco fisicamente”, disse Sinner após a derrota por duplo 6/3 neste domingo. “O tênis é interessante porque cada dia é diferente. Há alguns dias eu ganhei dele aqui, nas mesmas condições. Jogamos de novo e perdi”.

“O jogo de hoje me fez ver que ainda tenho que melhorar. Acredito que ele me torna um jogador melhor, como todos os outros jogadores para quem perdi. Agora tenho que trabalhar nisso. Acho que há muitas coisas positivas, para ser honesto”, avaliou o atual número 4 do mundo, que fez a melhor temporada da carreira.

Em 2023, Sinner venceu 61 jogos e perdeu 15. Ele conquistou seu primeiro Masters 1000 no Canadá, e também foi campeão em Montpellier, Pequim e Viena, alcançando assim o melhor ranking da carreira. Nos últimos 20 jogos do ano, perdeu apenas três.

“Acho que na segunda metade da temporada eu estava muito mais forte mentalmente e não reclamava tanto em quadra quando as coisas iam mal. Acho que esse tipo de coisa às vezes faz diferença”, ponderou o italiano, destacando também a maior experiência nos grandes palcos. “Fiz muitos jogos importantes nos maiores estádios que temos durante todo o ano. Isto é algo que espero que possa me ajudar na próxima temporada”.

Sinner ainda disputará a fase final da Copa Davis na próxima semana, em Málaga, na Espanha. A Itália está nas quartas de final e enfrentará a Holanda na próxima quinta-feira. Em caso de vitória, a semifinal será contra Sérvia ou Grã-Bretanha, abrindo a possibilidade de um novo duelo com Djokovic no sábado que vem.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE