PLACAR

Shelton aplica “pneu” e estreia com vitória em Mallorca

Foto: Mallorca Championships

Mallorca (Espanha) – Principal cabeça de chave, o norte-americano Ben Shelton começou com tudo sua campanha no ATP 250 de Mallorca. Enfrentando o australiano Rinky Hijikata, número 75 do mundo, o canhoto de 21 anos e 14º colocado no ranking, gastou 67 minutos para marcar uma tranquila vitória por 6/4 e 6/0 e garantir vaga nas quartas de final da competição.

Dono de dois títulos no circuito, um no piso duro e outro no saibro, Shelton chegou à sua terceira vitória em oito jogos disputados na grama e já faz sua melhor campanha na superfície. Até então, o norte-americano tinha alcançado as oitavas de final em Queen’s e Mallorca no ano passado e também em Stuttgart na atual temporada. Em Wimbledon, ele tem apenas uma participação, parando na segunda rodada em 2023.

Seu próximo desafio no torneio espanhol será diante do britânico Paul Jubb, apenas o 289º no ranking de simples e que venceu o duelo de qualifiers contra o australiano Adam Walton, também com direito a “pneu”, parciais de 6/0 e 6/3. Embora nunca tenham duelado no circuito da ATP, Shelton e Jubb já se enfrentaram duas vezes em competição menores, com triunfos do americano no ITF M25 de Champaign em 2021 e no challenger de Charlottesville em 2022, ambos em quadras sintéticas.

Mensik vence mais uma e desafia chileno

Responsável pela queda do atual campeão, Chritopher Eubanks, ainda na primeira rodada, o tcheco Jakuk Mensik mostrou que é um sério candidato ao título desta edição e também deixou para trás o experiente italiano Fabio Fognini, com uma virada por 4/6, 6/3 e 7/5. Com apenas 19 anos de idade, Mensik agora vai em busca de sua segunda semifinal de ATP, depois de ter ficado com o vice-campeonato no piso sintético de Doha, em fevereiro.

Seu próximo desafio no torneio será um confronto inédito contra o chileno Alejandro Tabilo, quarto principal inscrito da competição, que estreou derrotando em sets diretos o cazaque Alexander Shevchenko, placar final de 6/3 e 6/2.

Vivendo a melhor fase da carreira e ocupando o inédito 24º lugar no ranking, Tabilo fez uma grande temporada de saibro, com título no challenger de Aix-en-Provence e semifinal no Masters 1000 de Roma e no ATP 250 de Sofia. Na grama, porém, ele venceu um único jogo em Queen’s e acumula três vitórias e cinco derrotas na carreira.

 

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wimbledon seleciona os melhores backhands de 1 mão

Os históricos duelos entre Serena e Venus em Wimbledon

PUBLICIDADE