PLACAR

Sem surpresas

Enfim, um dia absolutamente dentro do esperado nos torneios combinados de Cincinnati, o que permite acreditar que os quatro líderes do ranking poderão decidir os títulos da competição neste domingo., o que esquentaria ainda mais a expectativa para o US Open.

Carlos Alcaraz continuou com dificuldades e perdeu o primeiro set para o agressivo Max Purcell. O espanhol não teve vida nada fácil e precisou ter paciência para achar as quebras que o permitiram reagir. O australiano jamais abdicou dos voleios – foram 72 subidas, mas 51% de sucesso – e por muito pouco não empatou o terceiro set quando o cabeça 1 sacava para finalizar o jogo.

O adversário deste sábado é o perigosíssimo Hubert Hurkacz, a quem Carlitos venceu a duras penas na semana passada nas oitavas de Toronto. O polonês só perdeu três pontos com o primeiro saque, mas quase permitiu Alexei Popyrin reagir e levar o tiebreak de segundo set.

Novak Djokovic aproveitou um péssimo começo de jogo de Taylor Fritz para aplicar ‘pneu’, mas o norte-americano enfim achou o saque. Aproveitou um vacilo do sérvio para quebrar e abriu 3/1 e 4/2. Mas para ser sincero jamais me inspirou confiança e acabou sofrendo a sétima derrota seguida para Nole, que aproveitou todos os cinco break-points que construiu na rápida partida.

Está assim confirmado o 12º confronto entre ele e Alexander Zverev, que de certa forma é também um atual campeão, já que venceu em 2021 e não pôde defender seu título no ano passado. Os dois não se cruzam desde o Finals de 2021, temporada em que se enfrentaram cinco vezes e o placar foram apertados 3 a 2 para o sérvio,. tudo na quadra dura. Embalado pela ótima atuação da véspera sobre Daniil Medvedev, Zverev passou sem sustos por Adrian Mannarino.

A rodada deste sábado tem valor importante para o ranking. Se Alcaraz avançar à final, não poderá ser mais superado por Djokovic e será o cabeça 1 no US Open. Caso perca, Nole ainda precisará do título. Zverev já subiu para 12º, ganhará mais um posto se bater Djokovic e retornará ao top 10 em caso de conquista. Hurkacz precisa vencer para se garantir entre os 16 cabeças em Flushing Meadows.

A rodada feminina não teve sequer jogos em três sets. Iga Swiatek viu Marketa Vondrousova sacar duas vezes para fechar a primeira parcial, mas nos dois casos obteve quebra fácil e aí dominou o tiebreak e o restante da partida.

E entrará em quadra neste sábado com ampla ‘freguesia’ sobre Coco Gauff, que ainda não achou uma forma de ganhar ao menos um set da polonesa, seja na quadra dura ou no saibro. Mas é fato que a norte-americana está em momento novamente positivo, tendo feito bons jogos em Montréal e Cincinnati.

A cabeça 2 Aryna Sabalenka fez um primeiro set cheio de alternâncias contra Ons Jabeur, num choque de estilos sempre gostoso. A bielorrussa reviu o fantasma de suas duplas faltas em momentos críticos, mas se mostrou mentalmente forte depois de sacar para o set e encontrou soluções. Pena que a tunisiana passou a sentir a perna direita e não foi competitiva daí em diante.

Depois de se vingar da derrota de Wimbledon, Sabalenka revê a Karolina Muchova que a tirou de Roland Garros, em jogo aliás que foi um dos mais eletrizantes da temporada até agora. Muchova só precisou jogar três games antes de ver a compatriota Marie Bouzkova aumentar a lista de desistências do torneio.

Não há como Sabalenka ameaçar a liderança de Swiatek nesta semana, enquanto Gauff voltou ao sexto lugar e não tem mais como progredir. Muchova no entanto garantiu o melhor ranking da carreira com o 13º posto e será enfim top 10 caso atinja a decisão de domingo.

Paulista de 63 anos, é jornalista especializado em esporte há mais de 45 anos, com coberturas em Jogos Olímpicos e Copa do Mundo. Acompanha o circuito do tênis desde 1980, tendo editado a revista Tênis News. É o criador, proprietário e diretor editorial de TenisBrasil. Contato: joni@tenisbrasil.com.br
Paulista de 63 anos, é jornalista especializado em esporte há mais de 45 anos, com coberturas em Jogos Olímpicos e Copa do Mundo. Acompanha o circuito do tênis desde 1980, tendo editado a revista Tênis News. É o criador, proprietário e diretor editorial de TenisBrasil. Contato: joni@tenisbrasil.com.br

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Quando os tenistas se machucam, mas ainda vencem

ATP seleciona as 10 melhores jogadas do ATP FInals