PLACAR

Sabalenka: “Este ano não me senti bem nessas quadras”

Foto: Katelyn Mulcahy/BNP Paribas Open

Indian Wells (EUA) – Eliminada nas oitavas de final do WTA 1000 de Indian Wells, a bielorrussa Aryna Sabalenka lamentou não ter conseguido se encontrar suficientemente bem durante o torneio, mas também não deixou de enaltecer a algoz, a norte-americana Emma Navarro, que fez um grande jogo contra a número 2 do mundo e a derrotou com o placar final de 6/3, 3/6 e 6/2.

“Acho que ela pode estar, quero dizer, já está no topo. Sem dúvida ela estará no topo por um tempo. Ela joga em um ritmo diferente, com mais giro na bola. Seu forehand é realmente ótimo. No geral, eu diria que ela está se movendo bem e jogando com ritmos diferentes, então você sempre tem que se ajustar”, analisou a bielorrussa.

“Se você não estiver se movimentando bem em quadra, estará sempre fora do ritmo e cometendo muitos erros não forçados. Foi o que realmente aconteceu comigo. Eu não estava me movendo muito bem hoje e por isso ela me forçou a cometer todos aqueles erros não forçados. O potencial dela é realmente grande, tem tudo para estar no top 10”, acrescentou Sabalenka.

A vice-líder do ranking resumiu a partida dizendo que não jogou bem e que Navarro mostrou um ótimo tênis. “Foi isso. Eu diria que este ano em Indian Wells não me senti bem nessas quadras. Tentei me ajustar, tentamos trabalhar algumas coisas, fizemos o nosso melhor e vamos aprender. Trabalharemos um pouco mais na movimentação e espero estar pronta para Miami”, observou.

Questionada sobre torneios especiais para ela na temporada, Sabalenka mostrou alguma superstição. “Não quero falar sobre isso, porque assim que eu disser algo, com certeza não vai dar certo. Eu acredito nessas porcarias”, brincou a bielorrussa.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE