PLACAR

Rune salva 2 match-points, bate Dimitrov e desafia Sinner

Foto: Rolex Monte-Carlo Masters

Monte Carlo (Mônaco) – Forçados a fazer jornada dupla nesta quinta-feira, primeiro completando as partidas iniciadas no dia anterior e interrompidas pela chuva, para depois se enfrentaram pelas oitavas de final no Masters 1000 de Monte Carlo, Holger Rune e Grigor Dimitrov protagonizaram um jogão, que terminou com a vitória do dinamarquês sobre o búlgaro com parciais de 7/6 (11-9), 3/6 e 7/6 (7-2).

Nas quartas de final, Rune irá desafiar o italiano Jannik Sinner em um duelo que vale muito para os dois. Enquanto o dinamarquês, vice-campeão no ano passado no saibro monegasco, precisa da vitória para tentar evitar sua saída do top 10, o atual vice-líder do ranking também tem que avançar e defender a semi alcançada em 2023 para não ser superado pelo espanhol Carlos Alcaraz.

Será a quarta vez que eles medirão forças no circuito, com vantagem mínima para Rune, que venceu os dois primeiros confrontos, sendo um deles em Monte Carlo, na semifinal do ano passado, e levou a pior no duelo mais recente, também em 2023, só que no piso duro e coberto do ATP Finals, pela fase de grupos.

Os três sets da partida entre o dinamarquês e o búlgaro foram muito equilibrados, principalmente os dois vencidos por Rune, ambos no tiebreak. Na parcial inicial, ele chegou a abrir 5/3, mas foi quebrado ao sacar para fechar e só conseguiu abrir 1 a 0 no tiebreak, em que perdeu quatro set-points e salvou um contra até enfim marcar 11-9 para terminar com a disputa.

Dimitrov abriu a segunda parcial com um break logo de cara e então administrou bem a vantagem, garantindo o empate com uma nova quebra no nono e último game. A definição foi então para o terceiro set, que não teve quebras, apesar das três chances para o búlgaro e uma para o dinamarquês.

Dois desses três break-points que teve Dimitrov foram também match-points, ambos no disputadíssimo 12º game, que também teve cinco “iguais” e terminou com Rune se salvando para forçar novo tiebreak. O dinamarquês estão aproveitou o melhor momento depois de sair do buraco e começou o desempate vencendo do quatro primeiros pontos. Com confortável vantagem, ele fechou o jogo sem sustos.

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
João Sawao ando
João Sawao ando
1 mês atrás

Poxa que pena grigor

Flávio
Flávio
1 mês atrás
Responder para  João Sawao ando

É uma pena o Dimitrov ter caído tem um tênis bonito demais.

Alcaraz e sinner os melhores da história
Alcaraz e sinner os melhores da história
1 mês atrás

Esse jogo é para o rune mostar se vai ou não bater de frente com alcaraz e sinner nessa geração,ou pelo menos ser Murray dessa geração,pq o sinner está mostrando que será saibrista,o sinner está com estilo do Nadal chegando em todos lances e definindo como poucos consegue no saibro, então vamos ver se o rune pelo menos faz grande partida e perdendo no detalhe,pra mostrar que vai ser jogador de ganhar grad slam,pq já cansei de zverev Medvedev e outros q não ganham mais slam ,não tem nível pra isso

Fernando Venezian
Fernando Venezian
1 mês atrás

Quem não gosta de torneio no saibro, não gosta de tênis! Olha o show que esses caras deram! Um ponto mais espetacular que o outro! Inveja de quem acompanhou isso da arquibancada!

JOsé
JOsé
1 mês atrás

e observe mais… 18a17 em games… 127 a 125 em pontos…tudo pro Dimitrov… ah TENIS,

Guilherme Ribeiro
Guilherme Ribeiro
1 mês atrás

Rune e Sinner será um jogão. Rune fará sua 6º quartas de Master1000, a 2º em Monte Carlo. Sinner disputará sua 11º quartas de Master 1000, a 3º em Monte Carlo

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE