PLACAR

Rune lamenta oportunidades perdidas no Finals

Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour

Turim (Itália) – Logo em sua primeira aparição no ATP Finals, o dinamarquês Holger Rune quase conseguiu se classificar para as semifinais do torneio, ficando a um set do feito. Só que a derrota por 2 a 1 diante do italiano Jannik Sinner acabou com sua expectativa de avançar, deixando a vaga com o sérvio Novak Djokovic.

Apesar de agora ser orientado por Boris Becker, Rune entrou como o tenista menos cotado para vencer o Finals, com quase 200 para 1 segundo cotações do 1win, site que traz as tendências de apostas em tênis.

“Sempre perdi o primeiro set quando joguei com Jannik, então não fiquei tão preocupado com isso porque sei que poderia revidar. Mas obviamente ele jogou muito livre nesta partida, não tinha absolutamente nada a perder e isso provavelmente diminuiu um pouco seu nervosismo”, comentou o dinamarquês de 20 anos.

Enquanto Rune precisava vencer para seguir adiante, Sinner já estava classificado independente do resultado. “Obviamente houve muita pressão sobre mim nesta partida. Tentei lidar com isso da melhor maneira que pude. Eu estava perto, mas não o suficiente”, afirmou o atual número 8 do mundo.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Questionado sobre o que faltou nas apartadas derrotas para Sinner e Djokovic, ambas definidas no terceiro set, o dinamarquês lamentou as chances desperdiçadas. “Não aproveitei minha oportunidade de break-point”, analisou Rune, que apesar da eliminação, quer tirar lições positivas do torneio e da temporada.

“Estou tentando fazer o melhor que posso todos os dias, tive uma boa temporada. Quando você termina entre os oito primeiros, pode se orgulhar de si mesmo. Acho que poderia ter feito algumas coisas melhor este ano. Na verdade, muitas coisas. É assim, é um processo de aprendizagem. Ano que vem vou tentar aprender com esse”, observou Rune.

“Na verdade, foi meu primeiro ano inteiro jogando só ATPs. Mesmo no ano passado, joguei um challenger. É uma boa experiência estar neste nível. Agora vou apenas descansar um pouco e começar minha pré-temporada”, finalizou o dinamarquês.

Rune encerrará a temporada no oitavo lugar do ranking, o que será sua melhor marca, já que terminou como 11º em novembro do ano passado.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE