PLACAR

Rublev vira o jogo e desafia Djokovic na semifinal

Foto: Julien Crosnier/FFT

Paris (França) – No jogo que encerrou a programação das quartas de final do Masters 1000 de Paris, Andrey Rublev virou o jogo contra Alex de Minaur e garantiu seu lugar na semi. Ele venceu por 4/6, 6/3 e 6/1 em 2h01 de partida. Em mais uma jornada de jogos longos na quadra central, o jogo acabou por volta de 1h da manhã pelo horário parisiense, ou 21h de Brasília.

Rublev desafia neste sábado o número 1 do mundo Novak Djokovic, seis vezes campeão em Paris. A partida está marcada para não antes de 12h30 (de Brasília). O russo tem apenas uma vitória em cinco jogos contra o sérvio, obtida na final de Belgrado no ano passado. Na atual temporada, Djokovic já venceu jogos no Australian Open e também em Wimbledon.

Número 5 do mundo aos 26 anos, Rublev tem 14 títulos no circuito da ATP e busca a 24ª final da carreira. Ele conquistou este ano seu primeiro Masters 1000, no saibro Monte Carlo e já disputou outras três finais em torneios deste porte, em Mônaco e Cincinnati em 2021 e também em Xangai há três semanas.

Depois de um primeiro set com apenas uma quebra a favor do australiano, Rublev começou a segunda parcial escapando de um 15-40. Mas o russo esteve o tempo todo à frente no placar, conseguindo duas quebras. Logo no início do terceiro set, impôs um ritmo arrasador, com seu jogo agressivo e de muita potência nos golpes para abrir 4/0. De Minaur chegou a salvar cinco match-points no saque, mas não evitou uma nova quebra e a derrota em três sets.

Rublev fez 25 a 17 nos winners e cometeu 30 erros não-forçados contra 28 do australiano. O russo criou 15 break-points na partida e conseguiu cinco quebras, perdendo apenas dois games de serviço nesta sexta-feira.

Dimitrov e Tsitsipas abrem o sábado de semis
A rodada de semifinais deste sábado começa às 10h (de Brasília) com a partida entre Stefanos Tsitsipas e Grigor Dimitrov. O histórico de confrontos é amplamente favorável ao grego, com seis vitórias e apenas uma derrota contra o búlgaro no circuito. A única vitória de Dimitrov aconteceu no ano de 2020 em Viena.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE