PLACAR

Rublev e Khachanov lideram a chave masculina em Doha

Foto: Bank of China Hong Kong Tennis Open

Doha (Qatar) – Depois de receber o primeiro WTA 1000 da temporada, a cidade de Doha, no Qatar, terá mais uma semana de muito tênis. Desta vez, com a disputa masculina, que terá um ATP 250 liderado pelos russos Andrey Rublev e Karen Khachanov.

Principal cabeça de chave e vencedor do torneio em 2020, Rublev estreia contra o vencedor entre o francês Richard Gasquet, ex-top 10 e atual 130º colocado, e o cazaque Alexander Shevchenko, 57º do ranking. O atual número 5 do mundo venceu o único duelo anterior contra Gasquet, há duas temporadas, enquanto um confronto com Shevchenko seria inédito.

No mesmo quadrante está Andy Murray, que ainda busca a primeira vitória no ano. O britânico estreia contra um tenista do quali, e se vencer pode desafiar o cabeça 5 espanhol Alejandro Davidovich Fokina ou o jovem tcheco de 18 anos Jakub Mensik.

O francês Ugo Humbert, recente campeão em Marselha, é o terceiro cabeça de chave e espera o jogo entre o russo Pavel Kotov e o italiano Lorenzo Sonego. Ele pode enfrentar nas quartas o também italiano Lorenzo Musetti, cabeça 7, que enfrenta o chinês Zhizhen Zhang. O francês Gael Monfils e o holandês Botic van de Zandschulp estão no quadrante.

Karen Khachanov é o segundo favorito e pode enfrentar o húngaro Fabian Marozsan ou um tenista do quali. O cabeça de chave mais próximo é o alemão Jan-Lennard Struff, que estreia contra o australiano Christopher O’Connell e pode cruzar o caminho do finlandês Emil Ruusuvuori nas oitavas.

Já o cazaque Alexander Bublik é o quarto cabeça de chave e espera o jogo entre o espanhol Roberto Bautista Agut e o húngaro Marton Fucsovics. Seu quadrante ainda tem o holandês Griekspoor, oitavo favorito, que estreia contra um tenista vindo do quali e depois pode enfrentar o convidado jordaniano Abdullah Shelbayh ou o australiano Alexei Popyrin.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE