PLACAR

Rublev apela e mantém pontos e premiação de Dubai

Foto: Reprodução/TennisTv

Londres (Inglaterra) – Desclassificado do ATP 500 de Dubai nas semifinais, após se exaltar com um juiz de linha, o russo Andrey Rublev conseguiu ao menos uma vitória fora das quadras. Ele apelou junto à ATP e assim conseguiu manter a premiação conquistada no torneio e também os pontos.

Segundo informa o iNews, a ATP considerou que seria uma punição desproporcional com o ocorrido tirar todos os pontos e a premiação conquistada de Rublev na competição. O russo foi multado em US$ 36.400, que será descontado do prêmio de US$ 157.755 que faturou.

A desclassificação de Rublev veio após ele reclamar veementemente com um juiz de linha. Outro juiz de linha foi ao árbitro de cadeira e o acusou de ter xingado seu colega de “idiota de m**da” em russo. O tenista insistiu que não estava falando em russo mas foi desqualificado pelo supervisor do torneio.

Pelas regras da ATP, a desclassificação acarreta na perda de pontos e da premiação conquistadas no evento, mas com uma apelação bem sucedida feita, Rublev acabou conseguindo recuperá-los.

“A ATP analisou a apelação feita por Andrey Rublev, depois da desclassificação do jogador nas semifinais do ATP 500 de Dubai. Foram levadas em consideração as declarações do jogador, dos juízes e a avaliação de todos os materiais de áudio e vídeo”, explicou um porta-voz da ATP.

“Um comitê de apelação concluiu que, além da eliminação da partida, as penas habituais associadas ao ocorrido – perda de pontos no ranking e da premiação – seriam desproporcionais neste caso. Por isso, Rublev mantém os pontos e a premiação da semifinal”, acrescentou.

Com isso, o russo evitou a queda no ranking que sofreria nesta semana. Caso perdesse os pontos conquistados em Dubai, onde defendia o vice-campeonato, Rublev sairia do top 5 e seria ultrapassado pelo alemão Alexander Zverev, o que acabou não acontecendo nesta segunda-feira.

3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Marcos Ribeiro
Marcos Ribeiro
1 mês atrás

Pelo evento específico, a punição estava alta mesmo, mas eu estava gostando.

Pelo ‘conjunto da obra’, estava de bom tamanho.

A ATP deveria aproveitar o ensejo para aumentar a precisão e clareza das suas regras.

F. F.
F. F.
1 mês atrás

Ridículo tinha q além de tudo tomar um balão. Mimado. Xiliquento. Parece o cabelo de boneca

Alessandro Siqueira
Alessandro Siqueira
1 mês atrás

Curioso que Djokovic foi desclassificado, perdeu a pontuação e apremiação no USOPEN em 2020, a despeito de não ter agido com dolo na tal bola que atingiu a juíza de linha.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE