PLACAR

Rival de Wild em Wimbledon cai na semifinal em Mallorca

Paul Jubb (Foto: LTA)

Mallorca (Espanha) – Sorteado nesta sexta-feira como o primeiro adversário do paranaense Thiago Wild em Wimbledon, o britânico Paulo Jubb foi eliminado na semifinal do ATP 250 de Mallorca. Atual número 289 do ranking e vindo do qualificatório, o jogador de 24 anos vinha fazendo excelente campanha na grama espanhola, mas acabou derrotado pelo austríaco Sebastian Ofner na penúltima fase da competição, caindo por 6/4 e 7/5 em 1h22 de partida.

Em uma semana surpreendente, Jubb alcançou a primeira semifinal em nível ATP da carreira depois de furar o qualificatório. Na fase prévia, ele passou pelo convidado da casa Joan Nadal, primo do campeão de 22 Grand Slam, e pelo cearense Thiago Monteiro, batendo ambos em sets diretos.

Já na chave principal, o britânico bateu outros dois rivais que também vieram do quali, o alemão Maximilian Marterer e o australiano Adam Walton, até conquistar a maior vitória da carreira nas quartas de final, deixando pelo caminho o norte-americano Ben Shelton, principal favorito ao título. Tais resultados lhe farão dar um salto de 88 posições e grudar no top 200, assumindo a 201ª colocação. Seu recorde pessoal é o 189º posto de 2022.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Até esta semana, Jubb tinha apenas quatro jogos disputados na elite do circuito em toda a carreira e conquistou em Eastbourne suas primeiras vitórias. Ele já havia participado do torneio em 2019, quando também furou o quali e caiu na primeira rodada. Já em 2022, ele jogou na grama de Queen’s, onde superou a etapa classificatória e novamente parou na estreia da chave principal. Em Wimbledon, foi convidado para duas edições, também em 2019 e 2022, e caiu logo de cara.

Pelo lado vencedor, Sebastian Ofner disputará uma final inédita depois de três tentativas frustradas. Ele se torna assim um dos três únicos austríacos em atividade a alcançar uma decisão de ATP, ao lado de Dominic Thiem (29) e Filip Misolic (1). Além disso, Ofner é o quarto jogador da história de seu país a decidir um título na grama, juntando-se novamente a Thiem e também a Jurgen Melzer e Alex Antonitsch.

Tabilo faz terceira final em piso diferente no ano

Campeão no piso duro de Auckland em janeiro e vice no saibro de Santiago em fevereiro, o chileno Alejandro Tabilo agora está classificado para uma final na grama. Ele conquistou essa vaga com uma virada para cima do experiente francês Gael Monfils, marcando o placar de 2/6, 6/2 e 7/6 (7-3) em 1h54 de partida.

Com isso, Tabilo se torna o segundo chileno finalista nas três superfícies do tênis, igualando Jaime Fillol, e também o primeiro de sua nacionalidade a alcançar três decisões numa mesma temporada desde Cristian Garin em 2019. O atual 24º do mundo ainda tem um outro vice no currículo, obtido no saibro de Córdoba em 2022. A campanha até aqui já garante ao jogador de 27 anos sua estreia no top 20, mas ele ainda pode ultrapassar o compatriota Nicolas Jarry em caso título, assumindo eventualmente o 19º posto.

O duelo entre Alejandro Tabilo e Sebastian Ofner será inédito em chaves principais, mas os dois já se enfrentaram uma vez, na segunda rodada do qualificatório do Australian Open de 2023, com vitória do austríaco por 2 sets a 0.

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Astolfo Rodrigo
Astolfo Rodrigo
24 dias atrás

agora vai !!! Seyboth na 2a rodada, se deus quiser !!!

Thiago
Thiago
24 dias atrás

Pesado pro Wild. Vai ter que jogar como no 1o set contra o Fritz. Mas dá pra passar, ainda mais em melhor de 5 sets

Lucas F.
Lucas F.
24 dias atrás

Legal ver o chileno Tabilo indo tão bem recentemente, estarei torcendo pra ele amanhã!

Alex William
Alex William
24 dias atrás

primeira rodada é ganhavem mas … sei não hemmm , eesse britanico ai é bem chato na grama , só sabe jogar nesse piso e em Hard indor para quem nao sabe quadra dura coberta kakakkakkaa , Thiagao é franco favorito torceremos …

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Fils vence a grande batalha de Hamburgo em cima de Zverev

Veja como Zheng chegou ao bicampeonato em Palermo

PUBLICIDADE