PLACAR

Raducanu faz 21, cancela exibição e segue treinando

Emma Raducanu (site do Austraioan Open)

Londres (Inglaterra) – A britânica Emma Raducanu desistiu da exibição em Macau no início de dezembro para continuar focada em sua reabilitação, após cirurgias nas mãos e nos pés. A campeã do US Open de 2021, que nesta segunda-feira completa 21 anos, não joga desde abril, mas espera retornar ao circuito em janeiro.

Raducanu caiu para o 289º lugar no ranking mundial, mas poderá usar o ranking protegido de 103ª no próximo ano, já que não joga há mais de seis meses. A britânica disputou apenas nove partidas em 2023 e em maio operou as duas mãos e o tornozelo esquerdo, que machucou em Auckland no início do ano. A dor nas mãos, causada por um osso próximo aos pulsos, a incomodava desde o final de 2022.

No início de agosto, Raducanu voltou à quadra para começar um trabalho leve no National Tennis Centre, em Londres. O progresso nos primeiros dois meses foi lento e só no início de outubro é que começou a trabalhar mais forte, sob a orientação do pessoal da LTA no Centro Nacional. Emma tem trabalhado com diferentes bolas coloridas com as quais as crianças começam. Isso significa começar com a bola vermelha, que é descomprimida e tem pouco salto, antes de progredir para a bola laranja, verde e depois para a bola amarela normal, relata o jornalista Russell Fuller, da BBC.

Ainda é cedo para refazer sua equipe de trabalho, mas ela diz que já está com muita vontade de voltar a jogar. “Acho que a maior coisa nos últimos meses foi o quanto senti falta do esporte”, disse ao Today na BBC Radio 4 no mês passado.

“Acho que isso foi o que mais se destacou – o quanto senti falta do treino, o quanto senti falta do meu corpo doendo, me sentindo cansada e me arrastando em certos exercícios quando não estava com vontade.”

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE