PLACAR

Pucinelli perde para principal favorito e para na semi

Foto: João Pires

Piracicaba (SP) – Acabou neste sábado a boa campanha do paulista Matheus Pucinelli no challenger de Piracicaba, onde ele foi até as semifinais. Seu algoz na competição foi o argentino Federico Coria, principal favorito ao título, que fez valer sua condição e levou a melhor sobre o brasileiro em dois apertados sets, marcando parciais de 7/5 e 7/6 (8-6), depois de 2h24 de batalha.

“Sabia que ia ser um jogo duro, ele vende caro, eu também, tive minhas chances, em alguns games não consegui aproveitar os momentos, cresci e deixei ele voltar para o jogo. Saquei para os dois sets, mérito dele, mas estava 50-50”, disse Pucinelli que no balanço geral, teve uma semana bem positiva. “Valeu a semana, valeu a torcida e vamos para o próximo”, complementou o paulista

Pucinelli teve a chance de vencer o primeiro set, obteve uma quebra no nono game e sacou em 5/4 para fechar, mas amargou duas quebras seguidas e levou a pior. Na segunda parcial, novamente ele sacou em 5/4 e perdeu o saque. No tiebreak, o paulista salvou quatro match-points saindo de 2-6 para 6-6, mas acabou superado por 8-6.

Na decisão de domingo às 11h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo do SporTv, Coria enfrentará o amigo e colega de treinos Camilo Carabelli, cabeça de chave número 2, que eliminou o britânico Felix Gill em dois sets, com o placar final de 6/3 e 6/0. A final é um presente para o técnico dos dois argentinos, Carlos Berloq, ex-37 da ATP que hoje comemora o aniversário.

“Amanhã será um jogo muito duro, eu ganhei dele no US Open, mas ele me venceu no último challenger do ano passado. Sei que a torcida queria que um brasileiro fosse para a final, mas ele (Pucinelli) terá muitas chances, é novo e fará muitas finais. Eu já estou um pouco mais velho e isso foi muito importante para mim, estou muito contente com essa final”, destacou Coria.

Com a campanha desta semana em Piracicaba, o paulista de 22 anos dará um bom salto no ranking e ganhará 26 colocações na lista da próxima segunda-feira. Pucinelli alcançará o 317º lugar, ainda bastante distante da melhor marca da carreira. Ele chegou a ser o 190º do mundo em setembro de 2022.

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Refaelov
Refaelov
1 mês atrás

Uma pena, jogo foi bem parelho e, como ele msm observou, sacou para o set por 2x.. Coria e Pucinelli são tenistas com valencias e deficiencias parecidas, então, é um bom tenista pro BR se espelhar, como da pra sonhar com top 100 com armas q tem(isso q o Matheus ainda é jovem e tem tempo pra evoluir esse saque..)

Enfim, foi uma ótima semana em se tratando da estreia na temporada e da péssima fase q o brasileiro vinha.. infelizmente provavelmente ficará parado nesse próximo mês em função da ausência de CHL na América do Sul..

Carlos Eduardo Scioli
Carlos Eduardo Scioli
1 mês atrás
Responder para  Refaelov

Ele vai jogar dois M25 no Uruguai.

Sebastião Roberto de Araújo
Sebastião Roberto de Araújo
1 mês atrás

Deu ruim. Começaram uns 15 e nenhum chegou a final.

Bricio Cunha Fagundes
Bricio Cunha Fagundes
1 mês atrás

Os brasileiros que tem nível pra ir bem em challengers estavam na Suécia essa semana

Maroc Ponti
Maroc Ponti
1 mês atrás

Perdu pro hispano e quase saiu vencedor.

Ubiratan (Black)
1 mês atrás

Jogou muito contra o principal cabeça muito mais ranqueado e experiente.
Parabéns!!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE