PLACAR

Presente de Nadal para Cachin divide opiniões no circuito

Foto: ATP Tour

Madri (Espanha) – No futebol é comum os jogadores trocarem as camisas no final da partida, mas quando o argentino Pedro Cachin pediu a Rafael Nadal uma camisa após a derrota para o espanhol, recebendo-a de presente do ex-número 1, houve quem se espantasse com o ocorrido e até quem criticasse.

Enquanto a polonesa Iga Swiatek e o australiano Nick Kyrgios defenderam o pedido de Cachin, o tcheco Jiri Lehecka foi no caminho contrário e achou estranho o ocorrido. Algoz de Nadal na competição, Lehecka foi questionado sobre o assunto após sua vitória para cima do espanhol e deu sua opinião.

“Não sei, é difícil para mim dizer, porque entrei em quadra para ganhar. Quando você entra em quadra e vai lá pela vitória, é difícil correr atrás e pedir alguma coisa. Não quero parecer desrespeitoso ou algo assim, essa é a última coisa que eu gostaria, mas se você estiver jogando uma partida e estiver pensando em pedir algo ao cara, então por que você está aí?”, observou o tcheco.

“Cada um pode ter sua opinião sobre isso. Respeito totalmente o que o Pedro fez. Eu faria isso talvez depois de todo o torneio, depois, quando o visse em algum lugar, apenas pedindo uma foto como fiz depois do nosso treino. Foi isso que fiz, porque é claro que não sabia se teria uma chance de jogar com ele novamente”, acrescentou Lehecka.

Swaitek e Kyrgios apoiam Cachin

Atual número 1 do mundo, Swiatek também falou sobre a camisa de presente que Cachin recebeu de Nadal e viu a atitude do argentino com naturalidade. “Nunca tinha visto isso antes, mas se eu jogasse contra o Rafa, com certeza pediria uma camiseta”, disse a polonesa, que nunca escondeu que Rafa é uma grande inspiração para ela.

Mesmo o polêmico Kyrgios, que defendeu com firmeza o pedido do argentino através das redes sociais. “Jogadores da NBA e de futebol fazem isso o tempo todo. É uma memória, uma experiência que exigiu uma vida inteira de trabalho e menos de 1% dos humanos consegue”, tuitou o australiano, rebatendo uma crítica de um jornalista britânico.

Curiosamente, o mesmo Kyrgios adotou outra posição anos atrás, em 2020, quando o norte-americano Sebastian Korda pediu um autógrafo para Nadal logo após ser eliminado de Roland Garros pelo espanhol, ganhando de presente uma camisa autografada pelo ex-número 1 do mundo.

54 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Federer eterno GOAT
Federer eterno GOAT
23 dias atrás

grotesco, simplesmente o cúmulo da arrogância por parte desse senhor…

Marcos Antonio Vargas Pereira
Marcos Antonio Vargas Pereira
23 dias atrás
Responder para  Federer eterno GOAT

De qual deles ? O que pediu a camisa ? pois não foi uma oferta.

Davi Silva
Davi Silva
22 dias atrás
Responder para  Federer eterno GOAT

Não vejo problema o Cachin pedir um souvenir ao touro, ele percebeu que o rei do barro está sendo deposto, assim como o rei do pasto já foi, brevemente o rei do cimento batido também será.

Arajaribu
Arajaribu
23 dias atrás

Meu Deus, é muito mimimi… tá loko, querem dizer que o Cachin se vendeu por uma camisa? Fala sério…

Paulo Mala
Paulo Mala
23 dias atrás

O Kyrgios só quer mídia, por isso que ele fala uma coisa e depois outra completamente diferente. Grande jogador, mas não devemos ouvi-lo.
Sou mais da opinião do Lehecka. Quando se faz isso como o Cachin, de paparicar esses caras, ele mostra não ter um espírito de vitória, de pensar no adversário como alguém bem diferente dele, o coloca num patamar bem baixo. Isso é péssimo pro jogo mental.

Gustavo
Gustavo
23 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Fez jus a seu nome, Mala.

Leonardo
Leonardo
23 dias atrás
Responder para  Gustavo

kkkkkkkk. Boa… kkkkkk

Sergio
Sergio
21 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Que perseguição ridícula. Dar uma camisa ou um autógrafo é absolutamente normal e faz parte do espírito esportivo. O que não é legal é quebrar raquetes a torto e a direito, brigar com a torcida a toda hora, enfim isso sim não é legal no esporte.

Fabio cantusio
Fabio cantusio
23 dias atrás

Essa atitude já foi feita a muito tempo atrás. Um russo acho que era número 5 do mundo, careca, pediu uma camisa pro Djokovic após um jogo entre eles. Nem lembro quem venceu, mas tinha sido um jogo bastante disputado.

João
João
23 dias atrás
Responder para  Fabio cantusio

Davydenko

Gilvan
Gilvan
23 dias atrás

Eu concordo com o Leheka. Tenista profissional não pode ser “fã” do adversário, não dentro de quadra.

Gilvan
Gilvan
23 dias atrás
Responder para  Gilvan

Aliás, isso é algo que o Meligeni sempre destacou. Se você quer entrar em quadra pra derrotar o cara, não pode estar com a cabeça nas nuvens.

Paulo Mala
Paulo Mala
23 dias atrás
Responder para  Gilvan

Exatamente. Se você enxerga o adversário num pedestal , como vai vencer um cara desse?
Um tenista com essa postura, já entra derrotado no jogo.

Sergio
Sergio
22 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Mas ele ganhou o jogo!?

Sergio
Sergio
21 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

A Iga, excelente jogadora, atual número 1 do mundo no feminino, com vários títulos de Grand Slam disse que pediria sim uma camiseta ao Nadal…
Então ela entra “já derrotada” nas quadras?! Não é o que temos visto…
Não tem nada a ver ……
Coisa de gente que se acha muito sabichões e não entendem nada de espírito esportivo.

luiz antonio pereira do nascimento
luiz antonio pereira do nascimento
23 dias atrás
Responder para  Gilvan

O Jogo já tinha terminado

Gilvan
Gilvan
22 dias atrás

Ele já entrou em quadra correndo atrás dessa camisa. Não dá pra levar a sério, sinceramente. Como o Lehecka comentou, peça a camisa em outro canto, mas em quadra? Feio demais.

Sergio
Sergio
21 dias atrás
Responder para  Gilvan

Com todo o respeito, quem é esse tcheco para achar isso errado?!
Não ganhou quase nada no tênis para dar pitaco sem pé e nem cabeça nas atitudes de outros tenistas.

Luciano
Luciano
23 dias atrás

Não vejo nada de mais nisso! Aliás, vejo como uma atitude de muita humildade até, por parte do argentino! Com certeza, creio eu, que o argentino queria ganhar a partida, mas não deu!

Sergio
Sergio
21 dias atrás
Responder para  Luciano

Concordo plenamente.

Gil
Gil
23 dias atrás

Tudo vira duscussão inútil, chato isso! O jogo terminou, Rafa tá saindo de cena, o argentino tem o cara como ídolo… não prejudica mental algum! Seja no começo ou fim do jogo. É reconhecer um monstro sagrado que ajudou a atrair patrocinadores para a profissão dele, que certamente inspirou Cachin quando moleque. É humildade, ego controlado, coisa que falta em muitos tenistas e em 95% dos comentaristas dessa página!

Marcelo Costa
Marcelo Costa
23 dias atrás
Responder para  Gil

Cachin ganhou uma camisa, o theco ganhou o jogo, ou seja, o atleta foi passional outro profissional, quem venceu no fim das contas?

Hugo
Hugo
23 dias atrás
Responder para  Marcelo Costa

O tcheco ganhou o jogo porque é mais jogador, está numa melhor fase e por aí vai. Nenhuma relação com pedir ou não camisa ao adversário. Nego viaja nesse site. Pqp.

Gil
Gil
22 dias atrás
Responder para  Marcelo Costa

sim, foi por causa da camisa! kkkkkk

Sergio
Sergio
21 dias atrás
Responder para  Marcelo Costa

Nada a ver uma coisa com a outra….Grande esse jogador tcheco….ganhou o que até hoje?!
Nada. Deveria se preocupar em treinar mais e se meter menos na vida dos outros.

Renato B
Renato B
23 dias atrás
Responder para  Gil

Perfeito!

César
César
23 dias atrás
Responder para  Gil

concordo totalmente. Os caras que comentam aqui ja ganharam 50 GS. kkkk

Ramiro Cora
Ramiro Cora
23 dias atrás
Responder para  Gil

perfeito. Isso mesmo. Admiração e humildade não tira valentia. É como quando Naomi Osaka ganhou para Serena a final do US Open-2018 (era sua ídolo. Assim o declarou… e continua sendo assim)

Sergio
Sergio
21 dias atrás
Responder para  Gil

Perfeito!!!!!!!

Robson Couto
Robson Couto
23 dias atrás

É muita intriga e polêmica por algo tão normal. Depois que acabou a partida não existe mais motivo para rivalidade. Foi só um ato de reconhecimento de um jogador mais jovem para um dos maiores da história, só isso.

Marcos Antonio Vargas Pereira
Marcos Antonio Vargas Pereira
23 dias atrás
Responder para  Robson Couto

perfeito

vera
vera
23 dias atrás

O jogador boliviano Hugo Dellien após derrota para Djokovic na olimpíada passada ,também não poupou elogios ao Djoko e pediu a camisa. Gesto de humildade. Afinal Esses aras são diferenciados e com certeza são referência para esse público jovem.

vera
vera
23 dias atrás

Na olimpíada passada, o boliviano Hugo Dellien após perder para Djokovic também não poupou elogios ao mesmo assim como pediu a camisa. Gesto de humildade e com certeza jogar com seu ídolo é um privilégio e esses caras (big 3) são referências para toda essa garotada.

Adriano Veiga
Adriano Veiga
23 dias atrás

O que o Cachin fez foi um atestado de submissão e de inferioridade!
Bem simples assim.

Ramiro Cora
Ramiro Cora
23 dias atrás
Responder para  Adriano Veiga

simples assim e a limitação medonha da sua incapacidade de sentir a honestidade do outro. Penoso.. Triste ver a miopia de não diferenciar uma coisa da outra…. O Cachin é argentino (e ele tem os versos do hino argentino no sentimento – “cuidemos das nossa conquistas , ou juremos com glória morrer”) Humildade não tira coragem e luta.
Lembrando: os argentinos são 8 no top-100 e mais 2 pertinho no 102º e 108º… Respeito

Ramiro Cora
Ramiro Cora
23 dias atrás
Responder para  Adriano Veiga

Tal vez vc prefira as grosserias descabidas do Sr. Wild… Tal vez

Vanderlei Stefani
Vanderlei Stefani
23 dias atrás
Responder para  Adriano Veiga

Concordo, Cachin ficou com medo de ganhar do ídolo.

Gil
Gil
22 dias atrás
Responder para  Adriano Veiga

na sua visão beeeeem limitada. Não é submissão. É humildade. Não é inferioridade, é reconhecimento pela História.

O realista
O realista
23 dias atrás

Ótima postura do Lehecka! Mostra que ele quer ser grande e não apenas um figurante no tênis.
Aliás, com essa atitude ele venceu, mesmo sendo um tenista de piso duro. Enquanto isso o emocionado e saibrista Cachin perdeu para um ex-jogadorem atividade. Com o mental correto, teria vencido a partida.

Luis
Luis
23 dias atrás
Responder para  O realista

Boa, vai la com o mental certo que você não ganha do Nadal nem se ele estiver com uma perna amarrada

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
23 dias atrás

Cada um interpreta da forma que quiser. Não vi nada de anormal o Cachin ter pedido a camisa para o Nadal. Foi apenas o ato de um jogador que quis ter uma recordação de um grande ídolo e uma grande referência na sua profissão. Não faz diferença se o pedido foi feito antes ou depois do jogo, não foi isso que determinou o resultado da partida. Na verdade, as opiniões aqui refletem a postura que cada um adotaria se estivesse na posição do Cachin, de ter que enfrentar o Nadal. Alguns aqui se sentiriam tão inferiores ao Nadal, que acham que seria uma grande humilhação pedir uma camisa pra ele.

Paulo Mala
Paulo Mala
23 dias atrás

Pelo contrário, pedir a camisa é que é se sentir inferior ao outro.
O Nadal é apenas um tenista como ele que fez um bom papel na carreira.
Você pediria a camisa ou um souvenir de um bom funcionario senior no seu trabalho que está se aposentando? Pois é…

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
22 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

A comparação que você fez é meio descabida e sem sentido. Cada profissão tem as pessoas que se tornam referência pelo seu talento e principalmente pelo seu trabalho. Se você dá o seu melhor em sua profissão, não há porque se sentir inferior a ninguém. Mas existem pessoas que além do talento natural, se dedicam mais ao longo das carreiras e acabam obtendo melhores resultados que outros. Este foi o caso do Nadal que foi um dos melhores da história na sua profissão, e por isso é admirado por seus colegas de profissão, pelas pessoas que trabalham no esporte e público em geral que acompanha os esportes. Então, por ser um esporte, alguns pegam uma camisa como recordação, mas acima de tudo o que fica é o legado. Se você não conseguiu construir um legado na sua profissão, pode usar o legado de outras pessoas que foram bem sucedidas pra mostrar como exemplos a serem seguidos pelas gerações mais novas, filhos, netos, parentes ou mesmo desconhecidos. Se você usar o sucesso de outras pessoas como modelos não quer dizer que está se diminuindo ou se desvalorizando.

Gil
Gil
22 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

parei de ler no APENAS… cruz-credo

Souza Oliveira
Souza Oliveira
23 dias atrás

Esses babadjkos tudo mordidos com o respeito que o Nadal tem kkkkk Esses fanáticos, acordem Nunca será vcs sabem disso… Jamais será Paz ️

Jose Afonso
Jose Afonso
22 dias atrás
Responder para  Souza Oliveira

Seu idolo nunca sera recordista de GSs ou como numero 1, chola mais kkkkkkkk

Sergio
Sergio
20 dias atrás
Responder para  Jose Afonso

Mas quem falou que o Nadal está preocupado com isso?!
Pelo contrário, Nadal sempre deixou claro que ser ou não o recordista de GS não era a coisa mais importante da carreira ou da vida dele. Sempre se preocupou muito mais em ser um grande desportista, isso sim!
Dentro e fora das quadras.
E ele Junto com o Federer são hoje e sempre as grandes referências de todos os tempos do tênis e do esporte mundial.
Até a FIFA, no futebol, criou o termo “fair play” para designar o mínimo de respeito que os jogadores têm de seguir no esporte. Esse “vale-tudo” no esporte mundial é uma coisa absurda que os fantásticos de plantão não conseguem distinguir do mínimo de respeito e dignidade que deveria sempre prevalecer. Não só no esporte, mas em tudo na vida.

Souza Oliveira
Souza Oliveira
19 dias atrás
Responder para  Jose Afonso

O Sérgio disse tudo… Nunca será e você sabe disso kkkk Paz

Eduardo Cesar
Eduardo Cesar
23 dias atrás

” Faria isso em outro lugar. Foi o que fiz ao final do treino – tirei uma foto –
pq não saberia se encontraria com ele novamente”. Substitua a foto pela camisa e tudo vira recordação. É disso que se trata a atitude do argentino.

Última edição 23 dias atrás by Eduardo Cesar
Marcelo Seri
Marcelo Seri
23 dias atrás

Lembro quando o Guillermo Coria pediu a camisa do Carlos Moyá, após a partida. Porém, o Coria havia vencido o jogo.

José Flávio nunestenis
José Flávio nunestenis
22 dias atrás
Responder para  Marcelo Seri

Que atitude espetacular do argentino cachin,os recalcados serão sempre do contra.

Lee
Lee
22 dias atrás

Fala sério! Quando terá uma outra chance de jogar com o Nadal novamente? Esses caras são referência de muitas coisas dentro e fora das quadras!

Davi Silva
Davi Silva
22 dias atrás

Não vejo problema o Cachin pedir um souvenir ao touro, ele percebeu que o rei do barro está sendo deposto, assim como o rei do pasto já foi, brevemente o rei do cimento batido também será.

rubens
rubens
22 dias atrás

o cara é fã do Nadal pelo menos… abraço!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE