PLACAR

Plano para expansão de Wimbledon é aprovado

Projeto prevê a criação de 38 novas quadras, incluindo um estádio para 8 mil pessoas (Foto: AELTC)

Londres (Inglaterra) – Após a divulgação de um parecer favorável na última semana, o projeto de expansão de Wimbledon obteve a aprovação de um conselho de planejamento local. O projeto do All England Club prevê a construção de um estádio para 8 mil pessoas e 38 novas quadras de grama.

A expansão ocorreria no antigo local do Wimbledon Park Golf Club, que o All England Club comprou em 2018. O comitê de planejamento do Conselho de Merton, bairro onde está localizado o torneio, aprovou a proposta na noite da última quinta-feira. Os dirigentes do clube estimam que as novas estarão prontas no mínimo em 2030. E com a expansão, o quali poderá ser disputado no mesmo local da chave principal, e não mais em Roehampton como é atualmente.

Em um comunicado, a presidente-executiva da AELTC, Sally Bolton, disse: “Nossas propostas garantirão o futuro dos campeonatos para as gerações futuras e vão traazer benefícios para a ccomunidade, incluindo um novo parque para que todos possam desfrutar em terrenos que eram inacessíveis ao público há mais de 100 anos. Esperamos agora a decisão do Comitê de Planejamento do Conselho de Wandsworth nas próximas semanas”.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Segundo a organização do torneio, sete quadras de grama estarão disponíveis para uso da comunidade local. Moradores poderão jogar gratuitamente e também serão promovidos programas de fomento ao tênis infanto-juvenil.

O plano ainda enfrenta oposição local e ainda depende de algumas aprovações adicionais. Durante a votação na quinta-feira à noite, um grupo protestou contra o projeto citando o impacto ambiental das obras para o entorno. Outra preocupação é a respeito do risco de enchentes, o que exigiu um comunicado do All England Club sobre a viabilidade do projeto.

“Levamos muito a sério a importância de preservar o ambiente e o patrimônio local. Portanto, o ponto central das nossas propostas é a criação de um dos primeiros novos parques públicos de Londres desde a inauguração do Parque Olímpico Rainha Elizabeth, há quase uma década. O local inclui um grande número de árvores (e outra vegetação) dispostas em torno do campo de golfe. Pesquisamos e analisamos com muito cuidado o estoque de árvores existente, especialmente as mais antigas”, diz a nota oficial.

“As propostas de desenvolvimento incluem uma estratégia detalhada de drenagem e gestão do risco de enchentes. As propostas preveem medidas de mitigação de inundações, incluindo a desobstrução dos dois riachos que servem o Lago Wimbledon Park, a inclusão de lagoas de detenção, a criação de jardins pluviais e a inclusão de áreas de armazenamento de chuva e de atenuação de escoamento no local. Coletivamente, estas medidas irão melhorar a drenagem em todo o local e reduzir significativamente o risco de inundações”.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE