PLACAR

Osaka avança sem jogar e tem duelo de ex-número 1

Foto: Jimmie48/WTA

Doha (Qatar) – A japonesa Naomi Osaka segue firme na disputa do WTA 1000 de Doha e já está nas quartas de final. Depois de duas boas vitórias, ela sequer precisou entrar em quadra para superar as oitavas de final, contando com a desistência da ucraniana Lesia Tsurenko devido a uma lesão no cotovelo.

Será a primeira vez que Osaka vai disputar um jogo de quartas que chegou à final desde Miami, em março de 2022. A japonesa estava em licença maternidade no final de 2022 e durante todo o ano de 2023 não disputou um torneio sequer, voltando apenas na atual temporada.

Atualmente classificada em 747º lugar, Osaka é a segunda mulher com classificação mais baixa a chegar às quartas de final do WTA 1000. Ela enfrentará outra ex-número 1 do mundo, a tcheca Karolina Pliskova, que derrotou sua compatriota Linda Noskova de virada, com o placar final de 3/6, 7/5 e 6/1.

O duelo de ex-líderes do ranking acontecerá pela sétima vez no circuito e Pliskova leva vantagem no retrospecto. A tcheca perdeu apenas duas vezes e venceu as outras quatro, entre elas o duelo mais recente, batendo Osaka em Brisbane no começo da temporada.

Responsável pela eliminação da cabeça de chave 2, a norte-americana Coco Gauff, a tcheca Katerina Siniakova não conseguiu vencer seu próximo compromisso e acabou superada pela também norte-americana Danielle Collins, que vingou a compatriota e venceu por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/3.

Nas quartas, Collins medirá forças com a russa Anastasia Pavlyuchenkova, que derrubou a tcheca Marketa Vondrousova, sexta pré-classificada, com o placar final de 7/5 e 6/3. Será o quarto duelo entre elas e a norte-americana venceu os três anteriores, dois deles em três sets (Australian Open 2019 e BJK Cup 202) e um em sets diretos (Cincinnati 2023).

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE