PLACAR

Nardi quebra diferentes marcas em vitória sobre Djokovic

Luca Nardi (Foto: BNP Paribas Open)

Indian Wells (EUA) – A surpreendente vitória do italiano Luca Nardi sobre Novak Djokovic na segunda rodada do Masters 1000 de Indian Wells foi histórica do ponto de vista estatístico. Afinal, com tão pouca idade e um ranking considerado baixo, ainda fora do top 100, o jogador de 20 anos conseguiu superar uma série de marcas no tênis mundial.

A mais expressiva delas é o fato de que Nardi se tornou o quarto jogador com pior ranking a superar um número 1 do mundo em uma partida de Masters 1000. Atual 123º colocado na ATP, ele só fica atrás do canadense Vasek Pospisil (129º quando superou Andy Murray em Indian Wells 2017), do australiano Thanasi Kokkinakis (175º quando bateu Roger Federer em Miami 2018) e o espanhol Francisco Clavet (178º quando derrotou Lleyton Hewitt em Miami 2003).

No tênis italiano, o feito de Nardi é ainda maior. Nono tenista do país a superar o melhor jogador do mundo em vigência, ele foi o que conseguiu fazê-lo com o ranking mais baixo. O antigo recorde pertencia a Gianluca Pozzi, que ocupava a 76ª posição ao derrotar Andre Agassi na terceira rodada do ATP de Queen’s em 2000.

Já em relação a Djokovic, o jovem italiano é também o quarto tenista abaixo de 21 anos a vencer o sérvio em um grande evento na quadra dura, repetindo os feitos do espanhol Rafael Nadal (na final de Indian Wells em 2007), do grego Stefanos Tsitsipas (nas oitavas de Toronto em 2018) e do dinamarquês Holger Rune (na decisão de Paris em 2022).

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

De quebra, Nardi também foi o responsável pela pior derrota da carreira de Nole em um jogo de Masters 1000 ou Grand Slam. Anteriormente, seu revés para um jogador de ranking mais baixo neste nível de competição havia sido para o sul-africano Kevin Anderson, então 122º colocado, na segunda rodada de Miami em 2008.

A terceira derrota do sérvio em 2024 também traz um dado negativo para a carreira do atual detentor dos principais recordes do tênis. Desde 2007, apenas em outras duas oportunidades ele ficou sem levantar ao menos um troféu antes da realização do Masters 1000 de Miami. Isso aconteceu em 2018, ano em que começou sofrendo bastante ainda com a lesão no cotovelo e precisou passar por cirurgia, e em 2022, quando ficou impedido de jogar na Austrália e nos Estados Unidos por não possuir passaporte vacinal contra a Covid-19.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Andre Borges
Andre Borges
4 meses atrás

Parecem as estatísticas da NFL: Fulano de tal foi apenas o segundo jogador desde 1993 com menos de 22 anos a vencer um jogo numa segunda feira usando apenas a mão esquerda,durante um mês de maio e em anos pares.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wimbledon seleciona os melhores backhands de 1 mão

Os históricos duelos entre Serena e Venus em Wimbledon

PUBLICIDADE