PLACAR

Nadal volta a sentir dor no quadril e leva virada em duelo de 3h25

Foto: ATP

Brisbane (Austrália) – Depois de duas vitórias dominantes nas duas primeiras rodadas do ATP 250 de Brisbane, Rafael Nadal encarou nesta sexta-feira seu principal teste no torneio nos aspectos físico, mental e tático. Diante do australiano Jordan Thompson, 55º do ranking, o espanhol ficou em quadra por 3h25 e chegou a ter três match-points no segundo set, mas sofreu a virada com parciais de 5/7, 7/6 (8-6) e 6/3.

Outra preocupação para o ex-número 1 do mundo é a volta do desconforto na região do quadril. Nadal ficou quase um ano sem jogar, desde o Australian Open do ano passado, por lesão e cirurgia. Na partida desta sexta-feira, ele precisou de atendimento médico na região durante o terceiro set. O veterano de 37 anos tenta se recuperar a tempo para o Australian Open, que começa em pouco mais de uma semana, no dia 14 de janeiro.

Atualmente apenas na 672ª posição da ATP, Nadal recebeu convite para atuar em Brisbane e entrou na chave do Grand Slam australiano com ranking protegido. Ele não é cabeça de chave em Melbourne e pode enfrentar qualquer jogador do torneio logo na primeira rodada. Por ter avançado duas rodadas em Brisbane, ele aparecerá por volta da 450ª posição do ranking na próxima segunda-feira.

Algoz de Nadal em Brisbane, Thompson está com 29 anos e tem como melhor ranking da carreira o 43º lugar, alcançado em 2019. Ele ainda busca seu primeiro título de ATP depois de já ter disputado duas finais, nas quadras de grama de ‘s-Hertogenbosch. Seu próximo adversário será o búlgaro Grigor Dimitrov, 14º do mundo, contra quem tem uma vitória e uma derrota no circuito.

O duelo das quartas em Brisbane começou com domínio dos sacadores durante seis games, que seguiram sem break-points para nenhum dos lados. E o jogo vinha com muitos ralis longos, tanto que o primeiro set teve 1h10. Thompson foi o primeiro a conseguir uma quebra de serviço, no momento em que tentou variar o posicionamento nas devoluções, recebendo os saques do Nadal mais próximo da linha. A estratégia mais agressiva fez com que o australiano abrisse 4/3 no placar, mas o espanhol devolveu a quebra de imediato, aproveitando-se de uma afobação do rival para definir os pontos. O ex-líder do ranking voltou a quebrar na reta final do set e fechou a parcial.

Logo no início do segundo set, Nadal se viu obrigado a salvar um break-point, mas conseguiu manter o game de serviço. Pouco depois, ele teve três oportunidades de quebra contra o saque de Thompson, que resistiu às longas trocas de bola e confirmou o saque para igualar o placar por 2/2.

Depois disso, o espanhol voltou a confirmar seus games de serviço de forma mais tranquila e passou a esperar pelas oportunidades que aparecessem. Quando já vencia por 5/4, ele novamente soube aproveitar um game de erros e oscilações do australiano para chegar ao primeiro match-point, mas acabou errando um voleio. E logo depois, Thompson disparou dois ótimos saques para manter o saque novamente.

A definição do set ficou para o tiebreak, em que Nadal conseguiu explorar as subidas do australiano à rede para aplicar duas ótimas passadas e sair vencendo por 3-0. Mas Thompson reagiu com uma ótima devolução e também contando com um forehand errado espanhol para igualar a disputa. Após a troca de lado, o espanhol recuperou a vantagem ao vencer um rali muito longo. O ex-número 1 do mundo teria mais dois match-points durante o tiebreak, mas não aproveitou as oportunidades e Thompson conseguiu forçar o terceiro set.

O australiano começou a parcial decisiva com muita pressão sobre os games de saque de Nadal e confirmando rapidamente seus serviços. A quebra veio logo cedo para que ele fizesse 3/1 no placar. Pouco depois, o espanhol precisou do tempo médico de três minutos para tratar do quadril, deixando apreensivos os integrantes de sua equipe no box. Thompson foi sustentando a vantagem até o momento de sacar para o jogo. No último game da partida, o australiano sustentou um longo rali durante o match-point.

39 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
David Almeida
David Almeida
1 mês atrás

Eu disse meus amigos que era só o Nadal pegar um jogador de nível parecido que ia ser testado de verdade. O australiano Thompson 55° do mundo jogou muito e deu uma surra em Nadal.

Augusto
Augusto
1 mês atrás
Responder para  David Almeida

Surra?
Assiste outro jogo

Ana
Ana
1 mês atrás

Guerreiro!!!!! Agora é descansar e se recuoerar para o AO…. Vamos!!!!!!

David Almeida
David Almeida
1 mês atrás
Responder para  Ana

Ana minha flor para de se iludir, o espanhol já deu um migué de lesão porquê já pretende desistir do AO 24, se Nadal jogar com um ranking tão baixo vai pegar os gigantes logo nas três primeiras rodadas e aí é fim de linha. Acredito que o Miúra vai focar na gira de saibrô onde tem alguma chance. Fato.

Leo
Leo
1 mês atrás

Como eu disse antes, primeiras rodadas vai dar pra performar bem.
Mas não aguenta mais muitas rodadas seguidas e com adversários mais exigentes.
O jeito é esperar a aposentadoria em Roland Garros.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
1 mês atrás
Responder para  Leo

Você me lembra muito o Pessanha, Alquingel. É um dos poucos terceiretes que detesta mais o espanhol do que o sérvio, rsrs.

Leo
Leo
1 mês atrás
Responder para  Paulo Almeida

Olá. Não sou ele, mas lembro dele no blog do Tenis. Ele faz bons comentários quando aparece.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
1 mês atrás
Responder para  Leo

Eu sei que você não é ele; só lembra pelo motivo já citado.

Leonardo
Leonardo
1 mês atrás

Eu vi o jogo, acabou nesse minuto. De onde o site tirou que Nadal voltou a sentir o quadril? Não pediu atendimento, e ainda não deu tempo de ter a entrevista pós jogo. O fato é que Nadal ainda está fora de ritmo. Thompson jogou de forma incrivel, e Nadal teve 3 match points, sendo 1 com seu saque, mas não fechou. Alias, nesse match point com seu saque a bola sobou no meio de quadra e Nadal errou, mostra que está ainda sem confiança no golpe e sem ritmo. Fora isso normal para um jogador que ficou 1 ano parado. O anormal seria ele voltar ganhando o torneio, mesmo sendo Nadal

David Almeida
David Almeida
1 mês atrás

Nadal é uma lenda e teve uma carreira brilhante, mas acredito que ele deve se aposentar depois da girâ de saibrô e das Olimpíadas pois nas quadras rápidas ele não tem mais forças pra conquistar nada. Nadal não vai querer ficar sempre perdendo nas quartas e semifinais, se entender que não pode mais ganhar os títulos vai se despedir em 2024.

Vagner Paiva
1 mês atrás

Não chegou nem no Dimitrov!
Vai passar vergonha nos próximos torneios..

Luciano
Luciano
1 mês atrás
Responder para  Vagner Paiva

Passar vergonha porque pode perder nas quartas de finais de um torneio ATP por causa de uma condição física? Então os mais de 1000 tenistas que não conseguem nem jogar uma partida ATP por falta de ranking durante a carreira toda devem ser uns sem-vergonha, porque continuam a jogar.

David Almeida
David Almeida
1 mês atrás

Que aula de tênis que o Australiano deu no Nadal e olha que estamos falando de um 55° do mundo. Nem pegou um top 15.

Craig
Craig
1 mês atrás

Admirável a perseverança do Nadal que já voltou tantas vezes ao topo depois de todo mundo achar que ele já era, mas desta vez parece que finalmente deu o que tinha de dar. Péssimo dia para quem tava iludido que ele ainda alcançaria o GOAT dono de 24 Slams.

Flávio
Flávio
1 mês atrás

Nadal perdeu matchpoint e não aproveitou,ou seja, está sem ritmo ainda que acho normal devido a longa parada que vai demorar pra evoluir,mas o seu objetivo é somar pts. e melhorar o ritmo pra chegar na fase do saibro em condições de disputa principalmente RG.

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
1 mês atrás

Perdeu e o desconforto voltou.

David Almeida
David Almeida
1 mês atrás

Nadal jogou bem e está recuperado das lesões, mas a idade pesa meus amigos. Nadal não tem mais a força, rapidez e reflexo de antes, o espanhol está muito vulnerável as derrotas e não vejo o Miúra nem vencendo no saibrô que é seu piso preferido. Nadal terá sua despedida em RG 24 e nas Olimpíadas de Paris e depois vai anunciar a aposentadoria.

Osvaldo
Osvaldo
1 mês atrás

derrota estratégica pra chegar mais descansado no Australian Open

David Almeida
David Almeida
1 mês atrás

Eu não acredito que Nadal mesmo recuperado vai ficar jogando sabendo que não tem mais chance de conquistar os títulos assim como o Andy Murray. Provavelmente Nadal vai aposentar depois das Olimpíadas. Fato.

Refaelov
Refaelov
1 mês atrás

Sem novidades, Rafael Nadal JAMAIS perdeu uma partida durante TODA a carreira por superioridade do adversário: ou o espanhol vence seus rivais ou está machucado e sem condições de jogo..

Alessandro Siqueira
Alessandro Siqueira
1 mês atrás
Responder para  Refaelov

Concordo com você. Isso, para citar a pensadora contemporânea Sandra Annenberg, e no mínimo “DESELEGANTE”, para não dizer arrogante.

Vagner Paiva
1 mês atrás

E as Nadaletes já estavam pensando em destronar Novak Djokovic.

Kkkkkk….

Flávio
Flávio
1 mês atrás
Responder para  Vagner Paiva

Vagner Paiva se eles pensam assim estavam viajando,pois é óbvio que em quadra dura Djokovic é superior,mas voltando de lesão com 1 ano parado o Nadal vai ter dificuldade mesmo,que é absolutamente normal pelo tempo que parou,agora o objetivo pra ele é somar o máximo de pts. possíveis nos torneios de quadra dura e aí chegar melhor rankeado na fase do saibro para quem sabe ser competitivo no seu melhor piso, e aí poderá disputar com chances no RG 24.

Alexandre Monteiro
Alexandre Monteiro
1 mês atrás

Realmente é preocupante o caso do rafa… foi exigido o máximo dele um cara do 55 do ranking, imagina o que seria se pegasse o Dimi na semi??? Ou pior, o Rune na final???
O mais interessante é que rafa sempre foi o mais omisso do big3 (aquele cara do fundão), o que era sempre o amigão da galera não importasse à opinião alheia, ele sempre iria de acordo com o fluxo da correnteza. Mas talvez ele tb seja o menos confiável do big3 em relação à assuntos de seu interesse.

Leo
Leo
1 mês atrás
Responder para  Alexandre Monteiro

Verdade. Ele sempre foi omisso e “maria vai com as outras”. Lembro bem quando o Djokovic foi vetado se jogar na Austrália, a opinião pública o criticou e o Rafa endossou fortemente.

Rocky Balboa
Rocky Balboa
1 mês atrás

Assisti o jogo e nota-se a dificuldade na movimentação do Nadal, ele não chega mais nas bolas como antigamente (em várias ele nem tenta ir). Quadril é uma cirurgia muito delicada na vida dos tenistas, não vejo ele voltando em condições de disputar títulos ATP 500 pra cima.

Ideon
Ideon
1 mês atrás

O Thompson jogou muito, foi brilhante hoje contra o Nadal. E olha que teve em situação difícil e conseguiu resistir e salvar 3 math points para chegar a esse triunfo majestoso. Parabéns ao australiano pela resiliência, paciência e protuberância frente ao espaço hol mais duro da história do tênis mundial.

Vanicleiton
Vanicleiton
1 mês atrás

Partidas de longa duração será um problema pra Rafa Nadal. O modo que joga exige muito esforço físico e esse quadril pode naõ aguentar tamanha intensidade. Uma pena presenciar isso.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
1 mês atrás

Thompson é bem competente. Deu um trabalho enorme pro Djoko em Wimbledon.

Australianos fizeram a festa pra cima do Primeirão e do Segundão nessa semana.

Luis Eduardo
Luis Eduardo
1 mês atrás

Haja maldade nos comentários. Imagino a “bolinha” que alguns jogam nos seus clubes e o que saem contanto por ai.

Beto_poa
Beto_poa
1 mês atrás

Ja vi esse filme varias vezes: voltam depois de 6 meses ou 1 ano sem jogar, ganham somente nas primeiras rodadas de pequenos torneios, o pessoal começa à cornetar dizendo que estão acabados mas depois levantam o troféu quando chegam nos GS.

Ricardo
Ricardo
1 mês atrás

Sentiu o quadril! Essa é uma lesão sem volta, como o joelho do Federer. Vai se aposentar

Vagner Paiva
1 mês atrás

Pediu atendimento pq viu que iria perder

SANDRO
SANDRO
1 mês atrás

Quadril do NADAL e punho do DJOKOVIC… Eu não estou gostando deste início de 2024!!! Que Deus abençoe NADAL e DJOKOVIC e que eles consigam se recuperar prontamente…

Rafael Lucena
Rafael Lucena
1 mês atrás

Djokovic perdeu por causa do punho e do adversário que jogou bem. Se estivesse 100%, provavelmente ganharia. Nadal perdeu por causa do quadril e do adversário que jogou bem. Se estivesse 100% provavelmente ganharia. Engraçado é ver comentários dos antis (de ambos os lados) desmerecendo os dois maiores tenistas da história porque perderam numa situação completamente desfavorável em jogos sem importância. Pessoalmente, acho que Djokovic se recupera tranquilo, mas Nadal tem um problema crônico que não vai permitir ele ganhar nada nessa temporada, que deve ser a última.

Luciano
Luciano
1 mês atrás

Nadal está como Zezé di Camargo. Para ambos tem solução. Para o Nadal, jogar em um ritmo mais lento, sem tanta pancadaria, como Djokovic faz, por exemplo. Para o Zezé di Camargo, cantar as músicas em tons mais baixos, como Bob Dylan, atualmente, por exemplo. Antes de me criticarem, lembrem-se, isso é uma opinião de quem ainda não pegou em uma raquete ou em um microfone.

Última edição 1 mês atrás by Luciano
Fabiano
Fabiano
1 mês atrás

“os dois maiores tenistas da história”, de onde você tirou isso amigo?
Esqueceu de um tal Roger Federer?
Não faça dar-me risadas, por favor

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
1 mês atrás
Responder para  Fabiano

O que apanhou dos dois maiores?

SANDRO
SANDRO
1 mês atrás
Responder para  Fabiano

O FREGUÊSer… Eterno freguês de NADAL e DJOKOVIC…

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE