PLACAR

Musetti otimista com novo trabalho apesar de resultados

Lorenzo Musetti (Foto: Open 13 Provence)

Roterdã (Holanda) – Eliminado na estreia no ATP 500 de Roterdã, após vencer apenas um jogo na semana anterior em Marselha, o italiano Lorenzo Musetti está confiante que o trabalho ao lado do treinador e compatriota Corrado Barazzutti, que se juntou a Simone Tartarini no time, tem tudo para dar bons frutos no longo prazo.

“Estes são os primeiros torneios juntos e houve algumas coisas novas, mas posso dizer que imediatamente nos demos muito bem. Também nos divertimos muito na preparação, embora infelizmente as campanhas não tenham durado muito. Simone continua a meu lado e Corrado me seguirá em cerca de dez torneios durante o ano”, afirmou o italiano.

“Acredito que é o espírito de paixão que une Corrado ao tênis , também une a mim e a Simone. Essa alquimia que existe e vai dar frutos. Estou feliz com a colaboração nascida com muita serenidade e muita amizade”, acrescentou o atual 26 do mundo, que caiu na estreia em Roterdã superado pelo tenista da casa Tallon Griekspoor.

Musetti lamentou a ausência de bons resultados no começo do trabalho, mas segue confiante para o futuro. “A intensidade está aí e espero que possa ser visto na TV. Hoje só faltou o match-point porque construí muito bem toda a partida, com inteligência tática. Preparamos muito bem a partida e estou treinando bem”, comentou o italiano de 21 anos.

“Também estou melhorando minha atitude, tem sido muito bom. Hoje, alguns aces a mais me custaram caro. O tênis é assim e devemos aceitar. Aproveito as coisas positivas que aconteceram esta noite”, que chegou a ter dois match-points no terceiro set na derrota de virada contra Griekspoor, com parciais de 3/6, 7/6 (9-7) e 7/6 (7-3).

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE