PLACAR

Murray não passa da estreia e amarga quarta derrota seguida

Stuttgart (Alemanha) – Pelo terceiro torneio seguido, o britânico Andy Murray foi eliminado logo na estreia. Nesta terça-feira, ele abriu campanha no ATP 250 de Stuttgart e acabou superado pelo norte-americano Marcos Giron em sets diretos, com o placar final de 6/3 e 6/4.

Esta foi a quarta derrota seguida do ex-número 1 do mudo, que não vence desde o challenger de Bordeaux, onde parou na segunda rodada. Ocupando atualmente a 97ª colocação no ranking, Murray soma agora seis vitórias e 12 derrotas na temporada, e sairá do top 100 no ranking da próxima semana. Campeão do challenger de Nottingham no ano passado, ele não defende esses 125 pontos e com isso despencará mais de 30 posições.

Seu algoz na grama alemã, Giron terá pela frente outro rival britânico, desafiando o cabeça de chave 6 Jack Draper por um lugar nas quartas de final. Será a segunda vez que eles se cruzam no circuito, com vitória do britânico no Australian Open deste ano.

Outro norte-americano que esteve em quadra nesta terça-feira em Stuttgart foi Alex Michelsen, que não teve a mesma sorte e perdeu para o francês Arthur Rinderknech por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/5.

Na segunda rodada, Rinderknech medirá forças com o tenista da casa Jan-Lennard Struff, que fechou o dia na quadra central e confirmou a condição de cabeça de chave 7 para cima do italiano Flavio Cobolli, marcando parciais de 7/6 (9-7) e 6/3. O francês bateu o alemão no único confronto entre eles até então.

Convidado da organização o canadense Denis Shapovalov aproveitou a oportunidade e superou o quali francês Matteo Martineau em sets diretos, com parciais de 7/6 (7-5) e 7/5. Seu próximo obstáculo será o italiano Matteo Berrettini, campeão dois anos atrás, que mais cedo eliminou o russo Roman Safiullin.

Subscribe
Notificar
guest
9 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
João
João
1 dia atrás

Acabou, Murray. Dá o lugar pra outro.

Felipe
Felipe
1 dia atrás
Responder para  João

Ele tá igual a rainha Elizabeth q demorou para dar lugar pro outro… kkkk

Neto
Neto
1 dia atrás

Complicado.. É uma pena.

Federer eterno GOAT
Federer eterno GOAT
1 dia atrás

esse aí tá competindo com o Djoko pra ver quem passa mais vergonha antes de aposentar…

Andre Borges
Andre Borges
23 horas atrás

Complicado….

Gilvan
Gilvan
14 horas atrás

É jogar Wimbledon e fechar a conta.

helio
helio
14 horas atrás

Devia jogar a toalha pois com tantas derrotas suas estatisticas vão piorar.
Teve uma carreira brilhante agora não dá mais
Djokovick devia pendurar a raquete antes que caia na mesma do Murray

Joaz Magalhães
Joaz Magalhães
14 horas atrás

Não sei qual é a motivação de atletas como Murray e Venus Williams ainda insistirem em continuar ,tendo já atingido o topo e hoje viverem penando partida após partida.

Matheus
Matheus
13 horas atrás
Responder para  Joaz Magalhães

Passe desde de nanico até os 40, fazendo uma coisa, que não apenas para em uma brincadeira mas desenvolve em um hobby até um meio profissional, alguns conseguem logo, outros têm mais dificuldade.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE