PLACAR

Murray mantém longo e incômodo tabu em Masters 1000

Foto: Maria Christina Acosta

Miami (EUA) – Eliminado de virada após uma batalha de 3h28 contra o tcheco Tomas Machac no último domingo, o britânico Andy Murray manteve um longo e incômodo tabu que já dura quase oito anos em eventos da série Masters 1000. Desde que foi campeão em Paris-Bercy em 2016, o ex-número 1 do mundo não conseguiu mais emplacar três vitórias consecutivas em um torneio deste nível.

De lá para cá, o jogador de 36 anos disputou 27 eventos da categoria e no máximo avançou duas rodadas. Isso aconteceu em seis ocasiões nesse período, incluindo na atual edição de Miami, tendo caído ainda oito vezes na segunda partida e outras 13 em estreias.

Dono de 14 títulos de Masters 1000 na carreira, Murray é tricampeão no Canadá e em Xangai, possui dois troféus em Miami, Madri e Cincinnati e uma conquista em Roma e Paris. Os únicos eventos da categoria onde ele nunca triunfou foram em Indian Wells e Monte Carlo. No deserto californiano ele chegou à decisão em 2009, enquanto no saibro do Principado de Mônaco foi em semifinalista em 2009, 2011 e 2016. Curiosamente, em todas essas quatro oportunidades acabou derrotado pelo espanhol Rafael Nadal.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
trackback

[…] da eliminação e de manter um tabu incômodo de não vencer três partidas seguidas em Masters 1000 desde 2016, o britânico avaliou como […]

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE