PLACAR

Murray acha difícil jovens baterem Djokovic em Melbourne

Foto: Divulgação/ATP

Melbourne (Austrália) – Cinco vezes vice-campeão do Australian Open, quatro delas para Novak Djokovic, o britânico Andy Murray acredita que o sérvio é o grande nome a ser batido em Melbourne. Segundo ele, jovens em ascensão como Jannik Sinner e Holger Rune terão sérias dificuldades para superarem o número 1 do mundo neste primeiro Grand Slam do ano, excluindo Carlos Alcaraz da lista por já ter faturado dois troféus desse gabarito antes.

“Ele [Djokovic] ainda parece ótimo, mas imagino que não fica mais fácil à medida que você envelhece. Eu sei que quando chegar o Aberto da Austrália, não será fácil para esses caras vencerem o Novak em uma partida importante. Alguns estão tentando vencer um torneio importante pela primeira vez. Não é fácil quando você está tentando vencer a primeira e está jogando contra um cara que ganhou 24 Slam e dez vezes aqui. É uma mentalidade muito diferente”, destacou o bicampeão olímpico ao The Age.

Por sua vez, Sinner destacou que chega confiante para iniciar 2024 e analisou a disputa saudável entre os integrantes da nova geração do circuito. “É difícil dizer o que vamos alcançar, mas estou muito animado. Fiz uma boa pré-temporada e fisicamente me sinto muito bem. Depois veremos o que podemos fazer este ano. Todos nós jogamos tênis diferentes. Somos talentosos e queremos mostrar quem é o melhor neste momento. Estou muito feliz por estar no meio desses jogadores, tentando provar do que sou capaz”, frisou o italiano.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
William
William
1 mês atrás

Estou confiante no pecador!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE