PLACAR

Monteiro: ‘Semana espetacular e que dá confiança’

Thiago Monteiro e o técnico Pablo Fuente (Foto: João Pires/Fotojump)

Campinas (SP) – A conquista do ATP Challenger de Campinas foi bastante especial para Thiago Monteiro, que vai recuperando a confiança e mantém o foco de terminar a temporada entre os cem melhores do mundo e com vaga no Australian Open de 2024.

Monteiro conseguiu três viradas ao longo do torneio, inclusive na final contra o argentino Camilo Carabelli e também superou uma rodada dupla neste domingo, depois de muita chuva no dia anterior. O cearense de 29 anos é apenas o segundo brasileiro a vencer a competição em 13 edições e destacou o apoio que recebeu da torcida durante a semana na Sociedade Hípica.

“Essa semana vai ficar marcada para sempre na minha memória. A energia da torcida aqui em Campinas é contagiante e me fazia arrepiar, especialmente no 3º set. Camilo é um jogador muito sólido e vinha fazendo uma semana excelente. Por isso, eu precisava seguir firme nos pontos para não deixa-lo confortável”, analisou Monteiro após a vitória por 3/6, 6/4 e 6/4 na final deste domingo, que teve 2h52 de duração. “Mas posso dizer: Esse título fica aqui no Brasil”.

“Com o apoio de um público como este, o mínimo que eu poderia fazer era dar meu máximo dentro de quadra”, acrescentou o cearense. “É uma semana espetacular que coroa o meu trabalho, com o Pablo [Fuente, seu técnico], com meu outro técnico na Argentina, meu psicólogo e minha família. Tem todo um time por trás de tudo isso. Isso me ajuda demais a retomar a confiança e seguir os meus objetivos, que primeiramente é voltar ao top 100”.

Uma das vitórias mais importantes da caminhada para o título foi sobre o boliviano Hugo Dellien nas quartas de final, quando ele precisou de quase três horas para avançar. “Foi uma batalha duríssima contra o Hugo, que é um jogador muito sólido. Ele não te dá nenhum ponto de graça. Sabia que teria que ser muito competente no meu plano de jogo para vencê-lo”.

Monteiro iniciou a semana como 150º do ranking e vai se reaproximar do 120º lugar. Mas a lista da ATP só será atualizada após o Masters 1000 de Xangai. “Venho me reencontrando em quadra, com bastante inspiração e propósito, coisas que estavam me faltando. Sinto que reencontrei meu jogo novamente, treinando firme e com confiança”.

“Com certeza essa conquista me dá mais confiança para terminar o ano em alta. Quero voltar subir no ranking, somar partidas, vitórias e aumentar a confiança. Daqui dois dias já tenho outro jogo e amanhã já estou partindo para Buenos Aires. Começar essa sequência de torneios com um título é muito gratificante, e agora é trabalhar para manter os bons resultados”, complementou o tenista, que disputará o challenger de Buenos Aires na próxima semana. Sua estreia será contra o britânico Jan Choinski, 127º do ranking.

A 13ª edição do Campeonato Internacional de Tênis é apresentado pelo Santander, por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte, e conta com o copatrocínio de EMS Farmacêutica, Esfera, Hospital Vera Cruz, Comgás, Lenovo, Atlas Schindler, Alupar, Taesa, BYD DAHRUJ, Azul Linhas Aéreas – Transportadora Oficial, Trinity, EY, INNI Sports – Bola e Roupa Oficial, Stella Artois Pure Gold, Grupo Placar – Grama Sintética, Aberje, Eletromidia, ESPN e STAR+.

O ATP Challenger de Campinas também reúne o apoio da Sociedade Hípica de Campinas, sede da competição, e integra o calendário mundial ATP Challenger Tour 100. A realização é do Instituto Sports.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE