PLACAR

Monteiro busca mais uma virada e chega à semi

Foto: João Pires/Fotojump

Campinas (SP) – A busca de Thiago Monteiro por um título inédito no ATP Challenger de Campinas continua nesta semana. E pelo segundo dia seguido, ele conseguiu uma vitória de virada, para chegar à semifinal do torneio em quadras de saibro da Sociedade Hípica. Monteiro superou nesta sexta-feira o boliviano Hugo Dellien, sexto cabeça de chave e 137º colocado, por 6/7 (5-7), 6/4 e 6/3 em 2h55 de partida. O evento distribui US$ 130 mil em prêmios e 100 pontos no ranking ao campeão. O Santander é o patrocinador oficial.

Vencedor de oito torneios de nível challenger, Monteiro tenta alcançar sua 14ª final da carreira em torneios deste porte e a primeira na temporada. O cearense de 29 anos e 150º do mundo enfrentará neste sábado, por volta das 14h (de Brasília) o italiano Luciano Darderi, 166º colocado, que derrotou o argentino Roman Burruchaga por 6/1 e 6/3. Darderi, de apenas 21 anos, venceu o único duelo anterior contra Monteiro, no challenger de Como em setembro.

A campanha até a semifinal rende 36 pontos no ranking para Monteiro, que pode fazer 60 se for finalista e 100 em caso de título. Ele está se reaproximando dos 140 melhores do mundo e tem a chance de terminar a semana perto da 120ª posição em caso de título. A melhor marca de sua carreira é o 61º lugar, de outubro do ano passado.

outra semifinal em Campinas será ao meio-dia, entre o italiano Andrea Pellegrino e o argentino Camilo Carabelli, que venceram jogadores brasileiros no início da rodada. Pellegrino superou o gaúcho Orlando Luz por 6/3, 0/6 e 6/3, enquanto Carabelli bateu o pernambucano José Pereira por 4/6, 6/1 e 6/1. Em 12 edições anteriores, o único brasileiro campeão do torneio foi o gaúcho Guilherme Clezar em 2013.

Embora as condições de quadra não estivessem tão pesadas quanto no dia anterior, a partida entre Monteiro e Dellien também foi marcada por muitos ralis longos. Mas desta vez, os sacadores foram mais dominantes em comparação com a vitória do cearense sobre o argentino Facundo Diaz Acosta pelas oitavas e as quebras foram menos frequentes.

Monteiro saiu vencendo por 2/0 e chegou a liderar o set inicial por 3/1, mas Dellien aproveitou o único break-point que teve em toda a parcial para buscar o empate por 3/3. Durante o tiebreak, o brasileiro chegou a liderar por 4-2, mas perdeu dois pontos importantes no saque, uma dupla falta que permitiu o empate e um forehand para fora no 5-5, possibilitando ao rival sair na frente na partida.

O segundo set começou com alguns games longos, mas Monteiro vinha mantendo seus serviços até finalmente conseguir uma quebra para abrir 4/2. Ele chegou a liderar por 5/2 depois de salvar um break-point, mas teve o serviço quebrado quando sacava para fechar. No game seguinte, Dellien chegou a salvar dois set-points, mas não evitou uma nova quebra, em uma bola que desviou na fita e saiu por pouco.

Já na parcial decisiva, Monteiro teve ótimo desempenho no saque. Ele cedeu apenas sete pontos em seus games de serviço e só enfrentou um break-point. O set teve apenas uma quebra, conquistada pelo brasileiro logo cedo. E depois, ele confirmou seus saques de forma mais tranquila para chegar à vitória.

A 13ª edição do Campeonato Internacional de Tênis é apresentado pelo Santander, por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte, e conta com o copatrocínio de EMS Farmacêutica, Esfera, Hospital Vera Cruz, Comgás, Lenovo, Atlas Schindler, Alupar, Taesa, BYD DAHRUJ, Azul Linhas Aéreas – Transportadora Oficial, Trinity, EY, INNI Sports – Bola e Roupa Oficial, Stella Artois Pure Gold, Grupo Placar – Grama Sintética, Aberje, Eletromidia, ESPN e STAR+.

O ATP Challenger de Campinas também reúne o apoio da Sociedade Hípica de Campinas, sede da competição, e integra o calendário mundial ATP Challenger Tour 100. A realização é do Instituto Sports.

 

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE