PLACAR

Monteiro abre contra Suécia e Heide substitui Meligeni

Foto: Andre Gemmer/Greenfilmes

Helsingborg (Suécia) – Foi sorteada nesta quinta-feira a ordem do confronto entre Suécia e Brasil pela fase qualificatória da Copa Davis. Sem poder contar com o paranaense Thiago Wild, o cearense Thiago Monteiro será o número 1 da equipe e vai abrir a série. O paulista Gustavo Heide acabou substituindo Felipe Meligeni e fará o segundo jogo. As partidas terão transmissão ao vivo no Canal DSports, do Sky+

Monteiro enfrentará o sueco Karl Friberg na partida que vai abrir a sexta-feira às 13h (de Brasília) na Helsingborg Arena. Será a primeira vez que ele medirá forças com o rival de 24 anos e que atualmente ocupa apenas a 364ª colocação no ranking. Em seguida, Heide fará duelo inédito com Elias Ymer, de 27 anos e atual 160 do mundo.

A programação de sábado começa às 9h com a partida de duplas, em que Meligeni terá ao seu lado o gaúcho Rafael Matos, desafiando os suecos Filip Bergevi e Andre Goransson. Na sequência, Monteiro e Ymer se enfrentam pela terceira vez no circuito, com uma vitória para cada lado até então. Caso necessário, o quinto jogo terá Heide de um lado e Friberg do outro.

A série acontece no piso sintético e coberto e vale um lugar para a fase de grupos da Copa Davis, que acontece em setembro. É a terceira vez que Brasil e Suécia se enfrentam na competição e os suecos levaram a melhor em ambos, primeiro em 2003 na mesma cidade de Helsingborg e depois em 2006 em Belo Horizonte.

9 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Leo, o realista
Leo, o realista
20 dias atrás

Confronto que deveria ser fácil para o Brasil, mas desfalcado, vejo como bem incerto. Monteiro costuma se atrapalhar com tenistas de ranking ruim. No outro jogo, o Ymer é favorito, tem mais bagagem, mas quem sabe o Heide não apronte uma.

Leonel
Leonel
19 dias atrás
Responder para  Leo, o realista

É mamão com açucar esse time desfalcado do Michael Ymer (top 80) suspenso por doping. QQ surpresa será quase zebra se também os nossos jogarem abaixo do padrão. O Elias Ymer (joga bem.menos que o Michael suspenso por doping) pode até fazer jogo parelho com o Heide e fica nisso. Agora Monteiro e a dupla devem fechar o confronto com certas facilidade.

Guilherme
Guilherme
20 dias atrás

João Fonseca poderia está jogando o challenger em Piracicaba, além disso mandaram ele para Suécia para assistir os jogos

Eduardo Rodriguez
Eduardo Rodriguez
19 dias atrás

Embora o ranking médio dos brasileiros seja melhor, não vejo favorito no confronto. Monteiro chegou em cima da hora pra se adaptar a essa quadra veloz. Não terá moleza, ao que parece, mesmo com adversário sem currículo à altura. A dupla pode ser decisiva e deixamos de tê-la como ponto praticamente garantido nesse tipo de confronto.

Refaelov
Refaelov
19 dias atrás

Meligeni foi o único BR de simples q, bem ou mal, fez uma preparação em quadras duras cobertas pra esse confronto, logo, me soa mto estranha essa decisão de tirá-lo do 1° dia de jogos(será q performou mtooo mal nos treinamentos com o Heide e Monteiro?)

Luciano
Luciano
19 dias atrás

Wild tá machucado?

Bukele
Bukele
19 dias atrás
Responder para  Luciano

Wild pediu dispensa da Davis e não está errado, melhor focar nos ATPs nesse q pode ser o melhor ano da vida dele, do que na Davis q hoje em dis é algo bem secundário, caído, e tb pq o Brasil não tem chance nenhuma de ir longe pq não tem time.

Bricio Cunha Fagundes
Bricio Cunha Fagundes
19 dias atrás

Confronto bem incerto. O placar lógico da sexta-feira é 1×1, mas no sábado os 3 jogos podem dar qualquer coisa

thiago amaral
19 dias atrás
Responder para  Bricio Cunha Fagundes

concordo plenamente.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE