PLACAR

Monfils sonha com Olimpíadas, mas tem trabalho pela frente

Paris (França) – Já na reta final de sua carreira, o francês Gael Monfils sonha em poder defender as cores de seu país pela última vez nos Jogos Olímpicos, ainda mais com a competição acontecendo em sua cidade natal. Recentemente, ele contou que esta é uma das metas que vai buscar na atual temporada.

“Vou fazer um cronograma no qual vou tentar jogar bastante para buscar a classificação. Tenho que ter cuidado para manter o corpo à tona. Estou na última parte da minha carreira, então chegar lá seria incrível”, afirmou o parisiense de 37 anos.

Atual 70 do mundo, Monfils é o mais velho francês no top 100 e aparece como o quinto melhor de seu país. Para conseguir um lugar nas Olimpíadas, ele não apenas tem que figurar entre os quatro melhores franceses, mas também ocupar um ranking suficiente que lhe garanta uma das 56 vagas diretas.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Diferente dos torneios regulares do circuito, nos Jogos Olímpicos há um limite de apenas quatro tenistas por país. Contudo, o ranking ainda segue como baliza para a classificação. No momento, Monfils ficaria de fora por ser o quinto francês e mesmo que fosse o quarto, sua colocação na ATP poderia não ser suficiente.

Como as duas últimas edições foram disputadas fora do eixo Europa/América do Norte, o corte acabou sendo mais tranquilo. Nos Jogos do Rio, a lista rodou até o 101º lugar, o georgiano Nikoloz Basilashvili, e em Tóquio o último a entrar deserto foi o britânico Liam Broady (146º). Já em Londres 2012 o corte ficou no búlgaro Grigor Dimitrov (72º).

Na atual temporada, Monfils acumula três derrotas e apenas uma vitória. Ele foi superado na estreia do ATP 250 de Auckland por Fabian Marozsan e no ATP 250 de Montpellier por Flavio Cobolli, Sua única vitória veio no Australian Open, sobre Yannick Hanfmann, perdendo depois para Tomas Etcheverry.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE