PLACAR

Monfils chega ao centésimo Masters 1000 com marca negativa

Foto: ATP Tour

Monte Carlo (Mônaco) – Eliminado pelo russo Daniil Medvedev na segunda rodada de Monte Carlo, o francês Gael Monfils celebrou nesta semana a sua centésima participação em um Masters 1000. Mas, apesar de essa ser uma marca importante em sua carreira, o experiente jogador de 37 anos também carrega com ela um histórico negativo neste nível de evento.

Com a derrota desta quarta-feira, Monfils se tornou o sétimo jogador da história a chegar à casa dos três dígitos em presenças nesses torneios sem conquistar um único título. Ele repete os compatriotas Fabrice Santoro (108), Gilles Simon (110) e Richard Gasquet (119), o russo Mikhail Youzhny (111) e os espanhóis Fernando Verdasco (130) e Feliciano López (139).

Apesar de nunca ter levantado um troféu desse gabarito na carreira, Monfils disputou três finais e em duas delas ficou a apenas um set da vitória. A primeira decisão foi em Paris na temporada 2009, quando caiu para Novak Djokovic por 6/2, 5/7 e 7/6 (7-3). No ano seguinte, ele voltou à final dentro de casa, mas novamente ficou com o vice, perdendo desta vez para o sueco Robin Soderling em sets diretos, parciais de 6/1 e 7/6 (7-1). Já em 2016, o francês decidiu o título de Monte Carlo contra Rafael Nadal, sendo superado pelo placar de 7/5, 5/7 e 6/0.

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Ronalducho
Ronalducho
1 mês atrás

Em contrapartida um “Showman” . Já vi muitos momentos engraçados dele no circuito.

Minodigo
Minodigo
1 mês atrás
Responder para  Ronalducho

Tênis não é circo. Se tivesse se concentrado, treinado como o Big Four e feito menos palhaçada talvez tivesse ganho.

realista
realista
1 mês atrás

Foram ótimos jogadores, todos melhores que alguns atuais que conseguem bom ranking como o Ruud, Rublev, Hurcaks
Todos tem algo em comum:
Tiveram que enfrentar o duopolio do Fedal nessa época, com um pegando os títulos no sintético e o Nadal reinando no saibro.

Rockton
Rockton
1 mês atrás

Grande coisa ele não ter título. Ser um jogador profissional quer dizer que ele joga para ganhar dinheiro. Monfils já ganhou mais de 21 milhões de dólares só de premiação. Então ele é um grande vencedor.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE