PLACAR

Mexicano vence Klier na final e leva primeiro título

Foto: João Pires/Fotojump

Belém (PA) – A torcida lotou as arquibancadas da Assembleia Paraense neste domingo para acompanhar a final do Ano IV – Brasil Tennis Classic. Em quadra, o brasiliense Gilbert Klier tentava aproveitar a energia dos adeptos para encerrar a semana em Belém com chave de ouro. Pena é que o mexicano Rodrigo Pacheco Mendez estragou a festa com uma atuação magistral. O torneio da série M15 distribuiu US$ 15 mil (R$ 74,5 mil na cotação atual) em prêmios e pontos para o ranking da ATP.

Em quadra, tanto Klier quanto Mendez vinham de uma semana impecável. Nenhum dos atletas perdera sets nos quatro primeiros jogos e, por isso, havia elevada expectativa por um jogo de alto nível. Do lado do brasileiro, havia a confiança de um título na Tunísia há um mês e uma atuação de alto nível na semifinal.

Entretanto, Klier não foi páreo para o melhor desempenho de Mendez, 823º do ranking, que levou apenas 1h04 para derrotar o representante da casa por 2 sets a 0, com implacáveis 6/1 e 6/0. Foi o primeiro título do mexicano de apenas 18 anos no circuito ITF World Tennis Tour, que não conteve a emoção após o último ponto. Ele é também o vice-líder do ranking mundial juvenil.

“Estou muito feliz por esse título. Amo o Brasil, o carinho do povo brasileiro, um lugar muito bonito. Lembrarei dessa semana pelo resto da minha vida. Estou muito satisfeito com meu nível de tênis e espero manter assim pelas próximas semanas”, analisou Mendez, que deve ingressar no grupo dos 800 melhores do ranking da ATP daqui a oito dias.

Por sua vez, Klier admitiu que nem de perto apresentou o desempenho ao longo da semana, mas sai da capital paraense com saldo positivo.

“Sem dúvida, foi uma semana muito boa. Fazer uma final sempre é muito bom. O resultado de hoje não foi bom, não somente porque perdi, mas não consegui jogar perto do que vinha nas outras partidas. Não consegui fazer quase nada do que planejei, mas às vezes acontece no tênis. Fiquei um pouco chateado por hoje, mas é manter a cabeça erguida que a partir de amanhã tem mais”, avaliou o 787º do mundo, que disputa o Ano II – Brasil Tennis Cup, em São Paulo, a partir desta segunda-feira (21).

O Ano IV – Brasil Tennis Classic é apresentado pelo Santander, por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte, e conta com o copatrocínio de EMS Farmacêutica, Santos Brasil, Alupar, Taesa, Azul Linhas Aéreas – Transportadora Oficial, Aberje, Michelob Ultra e INNI Tournament – Bola Oficial. A competição conta também com o apoio da Assembléia Paraense – Sede da competição -, da Federação Paraense de Tênis e integra o calendário mundial ITF World Tennis Tour. A realização é do Instituto Sports.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE