PLACAR

Mesmo sem Alcaraz, Sinner precisa de semi para manter nº 2

Foto: Rolex Monte-Carlo Masters

Monte Carlo (Mônaco) – Apesar da desistência do espanhol Carlos Alcaraz no Masters 1000 de Monte Carlo, o italiano Jannik Sinner continua precisando ir longe no torneio para manter a vice-liderança do ranking. Ele terá que chegar pelo menos nas semifinais se não quiser ser ultrapassado pelo rival.

Na projeção do próximo ranking, o italiano está 285 pontos atrás de Alcaraz, já que defende a semi alcançada no ano passado, enquanto o espanhol de 20 anos não competiu no torneio. Se chegar às quartas, Sinner fará apenas 200 pontos e por isso precisa dos 400 pontos dados aos semifinalistas.

Sinner estreia no saibro monegasco direto na segunda rodada, enfrentando o norte-americano Sebastian Korda. Se vencer, o italiano terá pela frente nas oitavas o alemão Jan-Lennard Struff, que nesta terça-feira derrotou o croata Borna Coric em sets diretos, com parciais de 7/6 (7-2) e 6/1.

Vice-campeão do Masters 1000 de Madri no ano passado, Struff perdeu para o italiano na única vez que se cruzaram, semanas atrás na terceira rodada do Masters 1000 de Indian Wells. O germânico fez quartas no principado em 2023, quando saiu do quali e bateu rivais como Alex de Minaur e Casper Ruud.

Chegando nas quartas, Sinner precisará de apenas mais uma vitória para manter o número 2 e tem tudo para ser desafiado por rivais de peso. Um dos que pode enfrentá-lo nesta fase é o atual vice-campeão Holger Rune, sendo o outro o búlgaro Grigor Dimitrov, em uma reedição da final de Miami.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE