PLACAR

Melo lamenta break-point desperdiçado no primeiro set

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) – Após a maratona de quase 3 horas na segunda rodada, Marcelo Melo e Rafael Matos voltaram à quadra nesta segunda-feira, em Wimbledon, pelas oitavas de final. O mineiro e o gaúcho pararam diante da dupla do finlandês Harri Heliovaara e do britânico Henry Patten, que marcaram 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7-1) e 6/2, em 1h23.

“Hoje não deu para nós aqui. Eles jogaram realmente muito bem. Acho que o Patten sobressaiu no jogo, esteve muito bem nos pontos cruciais. Jogamos um belo primeiro set. Tivemos uma oportunidade de break para passar na frente, que poderia ter mudado o jogo ou não, a gente não sabe”, lamentou o duplista mineiro.

“De qualquer forma, foi uma boa campanha minha e do Rafa. Começamos a jogar juntos, fizemos terceira rodada, tivemos bons jogos. Uma pena não ter seguido, mas acho que a nossa dupla evoluiu muito nesse torneio. Tem um belo caminho pela frente. Se seguirmos desse jeito, com certeza, resultados grandes virão”, completou Melo.

Neste início de parceria, Melo e Matos jogaram uma sequência de três torneios na grama. Além de Wimbledon, eles foram campeões no ATP 250 de Stuttgart, mas não passaram da estreia no ATP 250 de Eastbourne. O mineiro e o gaúcho ainda não definiram a sequência do calendário e estão em terceiro na lista de espera para os Jogos Olímpicos.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Fils vence a grande batalha de Hamburgo em cima de Zverev

Veja como Zheng chegou ao bicampeonato em Palermo

PUBLICIDADE