PLACAR

Melo diz que entrosamento dos rivais fez diferença

Foto: Peter Staples/ATP

Cincinnati (EUA) – O mineiro Marcelo Melo e alemão Alexander Zverev pararam nas quartas de final do Masters 1000 de Cincinnati. Embora a vaga na semifinal não tenha vindo, o balanço da semana foi positivo para o brasileiro, com duas vitórias e uma partida muito equilibrada nesta sexta-feira diante do croata Ivan Dodig e do norte-americano Austin Krajicek, cabeças de chave 2 no torneio.

“Começamos muito bem. Tivemos várias oportunidades no primeiro set. Dois games 0-30, um ponto para fazer 0-40, que normalmente a gente ganha. Depois, no tiebreak, um pequeno vacilo nosso e eles abriram vantagem. Aí, no começo do segundo set, venceram dois games para quebrar. Um jogo realmente decidido muito no detalhe, em que todos jogaram no alto nível”, explicou Marcelo.

“O que acho que prevaleceu foi eles jogarem juntos há mais tempo. Com duplas de alto nível, cada detalhe faz a diferença. Conseguimos superar nas duas primeiras rodadas, contra adversários duríssimos, mas hoje eles jogaram muito bem. Foi um saldo positivo, com três bons jogos, os melhores entre os que já fizemos juntos. Agora, é focar no US Open com o Peers”, completou o mineiro.

Este foi o quarto torneio de Melo na temporada norte-americana de quadras duras. Seu próximo compromisso será a disputa do US Open, a partir do dia 28 deste mês, quando retoma a parceria com o australiano John Peers, com quem esteve nas semanas anteriores no Masters 1000 de Toronto, no ATP 250 de Atlanta e no ATP 250 de Los Cabos.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE