PLACAR

Meligeni cai em três sets diante de Coric na Bélgica

Felipe Meligeni (Foto: Divulgação/CBT)

Lovaina (Bélgica) – Em busca de adaptação às quadras duras e cobertas na Europa antes de defender o Brasil no confronto da Copa Davis contra a Suécia, Felipe Meligeni tentou o challenger de Lovaina, na Bélgica, e fez uma partida equilibrada contra o croata Borna Coric. Diante do principal cabeça de chave do torneio e 40º do mundo, Meligeni chegou a vencer um set, mas foi superado com parciais de 7/5, 5/7 e 6/2 após 2h34 de partida.

O paulista de 25 anos e 150º do ranking vinha da disputa do challenger de Tenerife, também em quadras sintéticas, onde caiu nas oitavas. Ele ainda jogará a chave de duplas em Lovaina ao lado do gaúcho Rafael Matos, dando mais um indicativo de que esta será a dupla brasileira na Davis. A estreia será contra o francês Jonathan Eysseric e o norte-americano Evan King.

Coric soube se aproveitar das rápidas condições do torneio e sacou muito bem durante o set inicial. O croata disparou cinco aces, não enfrentou break-points e cedeu apenas seis pontos em seus games de serviço, sendo só um quando colocou o primeiro serviço em quadra. Meligeni vinha equilibrando as ações, mesmo enfrentando games longos no saque e salvou quatro break-points no set até a quebra no penúltimo game da parcial.

O segundo set também vinha sendo dominado pelos sacadores, que confirmavam seus serviços até o 5/5. Coric ainda não havia enfrentado break-points, enquanto Meligeni escapou escapou de cinco chances de quebra em três games distintos. Já no último game da parcial, o brasileiro contou com uma dupla falta do rival para chegar ao set-point. Logo na sequência, Coric arriscou um saque e voleio, e Meligeni explorou a subida do rival à rede para aplicar a passada.

Mas apesar da reação brasileira na partida, Coric conseguiu retomar o controle do jogo no terceiro set. Ele conseguiu uma quebra de serviço logo na abertura do terceiro set, e novamente não enfrentou break-points. Na reta final da partida, voltou a quebrar para consolidar a vitória em três sets. Coric espera o vencedor do duelo entre os poloneses Kamil Majchrzak e Maks Kasnikowski.

12 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Guilherme ES Ribeiro
Guilherme ES Ribeiro
1 mês atrás

Bom jogo do Meligeni. Está evoluindo. Coric era amplo favorito.

F.F.
F.F.
1 mês atrás
Responder para  Guilherme ES Ribeiro

Ta evoluindo sim
Nítidamente

Jorge Luiz
1 mês atrás

Normal

Haroldo Guimarães
Haroldo Guimarães
1 mês atrás

Bom jogo do Meligeni, Coric é superior nesse tipo de quadra e no 1o saque, mas o brasileiro lutou… talvez cansou no 3o, muitos break salvos

Wilton Bernardes
Wilton Bernardes
1 mês atrás

tenistas brasileiros começaram bem o ano

F.F.
F.F.
1 mês atrás

Jogou como nunca
Perdeu como sempre óbvio
Tenista para lutar por um top 200 com muita boa vontade

Bricio Cunha Fagundes
Bricio Cunha Fagundes
1 mês atrás

Se temos a lamentar o azar no sorteio, o lado positivo é que foi um bom teste visando a Copa Davis. Coric é muito melhor que qualquer um do time sueco, e Felipe fez um jogo decente. Muito provavelmente ele jogará simples e duplas na Suécia, então é bom que esteja bem adaptado ao piso rápido

Fernando S P
Fernando S P
1 mês atrás
Responder para  Bricio Cunha Fagundes

Wild e Monteiro nas partidas de simples.

Refaelov
Refaelov
1 mês atrás
Responder para  Fernando S P

Wild pediu dispensa, alegou contusão..

Ubiratan (Black)
1 mês atrás

Jogou quase sempre pressionado nos serviços, lutou, mas não deu no 3S. Bola pra frente, vamos engrenar nas próximas!

Rogério Falco
Rogério Falco
1 mês atrás

Que azar do Felipe! Estréia contra jogador nível ATP, em torneio Challenger. Bola pra frente.

Refaelov
Refaelov
1 mês atrás

O problema n foi a partida de hj(contra um adversário claramente superior o tempo todo, ainda conseguiu tirar um set na marra), o problema é olhar os últimos 6 meses e ver qntas vezes o Felipe conseguiu ganhar 2 partidas seguidas..

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE