PLACAR

Medvedev estreia bem e terá duelo russo com Khachanov

Foto: Rolex Monte-Carlo Masters

Monte Carlo (Mônaco) – Último dos principais favoritos a estrear no Masters 1000 de Monte Carlo, Daniil Medvedev começou muito bem a sua campanha no saibro monegasco. O cabeça de chave número 4 enfrentou nesta quarta-feira o experiente francês Gael Monfils, vice-campeão do torneio em 2016, e precisou de 1h28 para anotar as parciais de 6/2 e 6/4.

Semifinalista em 2019 e quadrifinalista no ano passado, Medvedev volta às oitavas de final no Principado de Mônaco e terá agora um confronto russo com Karen Khachanov, 15º pré-classificado da competição, que bateu de virada o argentino Francisco Cerúndolo, com o placar final de 4/6, 6/4 e 6/3 em 2h16 de partida.

Atual quarto colocado no ranking, Medvedev leva larga vantagem diante do compatriota no confronto direto, com cinco vitórias e apenas uma derrota. Este será o primeiro duelo entre eles no saibro, sendo que todos os seis jogos anteriores foram realizados em quadra dura. O único triunfo de Khachanov aconteceu no já distante ano de 2018, na semifinal do extinto ATP 250 de Moscou.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Em um primeiro set de poucas chances oferecidas aos devolvedores, Medvedev aproveitou muito bem os únicos dois break-points de toda a parcial para conseguir as quebras necessárias e abrir vantagem no placar. O russo cedeu apenas três pontos em seu serviço ao longo do set inicial.

Já no início do segundo, os dois tenistas travaram disputas mais longas e Monfils precisou salvar seis break-points nos seus dois primeiros games de saque. No quarto game, foi o francês quem obteve a primeira quebra da parcial ao aproveitar um raro momento de instabilidade do russo com o serviço, chegando a abrir 4/1 na sequência. No entanto, Medvedev reagiu imediatamente e venceu cinco games consecutivos para chegar à vitória.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Refaelov
Refaelov
1 mês atrás

Vamos ver o desdobramento da temporada do Russo no saibro, apesar da ausênciade titulos, o Russo vem sendo constante nos grandes torneios até aqui e ano passado já conseguiu um grande título em Roma.. eu sinceramente sempre achei q as características do jogo dele o permitiriam ter um melhor desempenho no saibro doq a ojeriza do mesmo à superfície sinaliza.. A grama sim, me parece um piso q n casa com seu estilo de jogo..

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE