PLACAR

Medvedev derruba Alcaraz e reencontra Djokovic

Foto: Simon Bruty/USTA

Nova York (EUA) – Protagonistas da final do US Open em 2021, Daniil Medvedev e Novak Djokovic voltam a se enfrentar numa decisão de título em Nova York. Campeão do torneio há duas temporadas, quando conquistou seu primeiro Grand Slam, Medvedev conseguiu uma vitória bastante expressiva contra o vencedor do ano passado Carlos Alcaraz, superando o espanhol por 7/6 (7-4), 6/1, 3/6 e 6/3 em 3h15 de partida.

Aos 27 anos, Medvedev disputará sua quinta final de Grand Slam e a terceira no US Open. Ele tem um vice-campeonato em Nova York em 2019 e dois seguidos na Austrália, em 2021 e 2022. Ex-número 1 do mundo, o russo aparece atualmente na terceira posição do ranking, que será mantida após o torneio. Djokovic irá retornar à liderança, enquanto Alcaraz ficará na segunda colocação.

Djokovic lidera o histórico de confrontos contra Medvedev por 9 a 5, mas busca uma revanche diante do russo. Dois anos atrás, o sérvio teve a oportunidade de conseguir um feito raríssimo na história do tênis, vencer os quatro Grand Slam na mesma temporada, mas foi impedido pelo rival, que venceu por 3 sets a 0. Agora, Djokovic quer o 24º Slam, que o faria igualar a marca de Margaret Court entre os maiores vencedores em todos os tempos, entre homens e mulheres.

O primeiro set da partida foi inteiramente sem quebras, sendo que Alcaraz não enfrentou break-points, enquanto Medvedev enfrentou games longos e escapou de um 15-40 ainda no começo. O russo fez seis duplas faltas durante a parcial, mas as oportunidades perdidas custaram caro a Alcaraz. O tiebreak seguiu equilibrado até o 3-3, quando o espanhol cometeu dois erros não-forçados, enquanto o russo marcou dois winners de forehand para vencer a parcial.

Alcaraz baixou a intensidade no começo do segundo set e Medvedev aproveitou o momento para já abrir 3/0 no placar. O russo vinha muito firme nos ralis de fundo e raramente cometia erros, foram apenas três na parcial. Além disso, cedeu só dois pontos em seus games de serviço. Ele voltou a quebrar o serviço de Alcaraz na reta final do set para ampliar sua vantagem.

O atual campeão foi ao vestiário no intervalo entre os sets e voltou para a quadra revigorado. Alcaraz não enfrentou break-points no terceiro set e teve muito mais iniciativa nos pontos, liderando com folga a estatística de winners por 13 a 4. A parcial teve aepnas uma quebra, conquistada pelo espanhola ainda no começo. Ele abriu 3/1 e sustentou a liderança até o fim.

Mais confiante na partida, Alcaraz teve a chance de sair na frente no início do quarto set, mas perdeu suas três oportunidades de quebra. Foi a deixa para que Medvedev não desse mais tantas chances nos games de saque e começasse a pressionar também nas devoluções. Com o russo bem atrás da linha de base, Alcaraz recorreu ao saque e voleio com frequência, mas não evitou a quebra. Medvedev abriu 4/2 no placar e logo depois fez um game-relâmpago no saque, ficando muito perto da vitória. Sacando para o jogo, o russo teve o primeiro match-point, mas cometeu duas duplas faltas seguidas. O game alucinante continuou, Alcaraz perdeu chances de quebra, e foram necessários quatro match-points até que o russo conseguisse a vitória.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE