PLACAR

Medvedev busca virada e segue atrás do bicampeonato

Foto: ATP Tour

Dubai (Emirados Árabes) – Não foi nada fácil, mas o russo Daniil Medvedev conseguiu seguir adiante no ATP 500 de Dubai. O atual campeão do torneio teve um começo ruim diante do italiano Lorenzo Sonego, perdeu o primeiro set e depois teve que lutar para buscar a virada. Ele precisou gastar 2h01 em quadra, mas conseguiu a vitória, com parciais de 3/6, 6/3 e 6/3, garantindo vaga nas quartas de final.

O próximo adversário do cabeça de chave número 1 do torneio será o espanhol Alejandro Davidovich Fokina, oitavo mais bem cotado, que contou com a desistência de Jakub Mensik no começo do segundo set, quando vencia com placar de 7/6 (9-7) e 1/0. O tcheco vinha de uma surpreendente semana em Doha, onde foi até a final e só perdeu para o russo Karen Khachanov.

Medvedev teve dificuldades com o saque no primeiro set, ganhando apenas 53% (10/19) dos pontos atrás de sua primeira bola. No entanto, ele melhorou muito o desempenho neste fundamento no segundo e terceiro sets, conseguiu colocar mais ângulo nos serviços e teve 85% de aproveitamento em ambos.

“Entrei em quadra e não estava me sentindo bem. Estava muito nervoso e tenso, o que não acontece com frequência comigo. Estava cometendo muitos erros e estava nervoso. Às vezes é preciso um set para me acalmar e se eu continuar fazendo o que fiz no primeiro set, não ia funcionar. Mas tive calma, fiz os ajustes e funcionou”, analisou o russo.

Depois de perder os três primeiros games da partida, Medvedev reagiu e devolveu o break no quinto game, mas no sexto voltou a ser quebrado. No oitavo, ele batalhou duro para não perder o saque novamente, salvou seis set-points e se manteve vivo. Sonego teve trabalho sacando para fechar, evitou quatro break-points e converteu o terceiro set-point que teve.

Com o saque mais afiado na segunda e terceira parciais, o russo não enfrentou mais break-points contra e precisou de apenas uma quebra solitária no oitavo game do segundo set para empatar o jogo. Medvedev bateu o serviço de Sonego mais duas vezes no terceiro, primeiro no quinto game e depois no nono e último, quando sacramentou a virada.

Hurkacz também chega às quartas em Dubai

Depois de ter superado um duelo de três tiebreaks na estreia, Hubert Hurkacz venceu seu segundo jogo no torneio de forma mais tranquila. O polonês precisou de apenas dois sets e 1h32 para vencer o australiano Christopher O’Connell, 68º do ranking, por 7/6 (7-5) e 6/4.

Hurkacz disparou 11 aces na partida, um a mais que o rival, e não enfrentou break-points. Ele cedeu apenas 13 pontos em seus games de saque e só quatro quando colocou o primeiro serviço na quadra. O set inicial foi inteiramente sem quebras, com vantagem mínima no tiebreak. Na segunda parcial, o polonês fez três game seguidos depois de estar perdendo por 3/2 e encaminhou a vitória.

Terceiro cabeça de chave em Dubai e número 8 do mundo, Hurkacz enfrenta nas quartas o Ugo Humbert, canhoto de 25 anos e 18º do ranking. O polonês lidera o histórico de confrontos por 3 a 1. O vencedor enfrentará Medvedev ou Fokina na semifinal.

 

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Osvaldo
Osvaldo
1 mês atrás

jogador mais sólido do circuito, o legítimo sucessor do big 3

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE