PLACAR

Matos e Barrientos viram após salvar 5 match-points

Rafael Matos e Nicolas Barrientos (Foto: Andrew Eichenholz/ATP)

Melbourne (Austrália) – Não foi nada tranquila a estreia da dupla formada pelo gaúcho Rafael Matos e pelo colombiano Nicolas Barrientos no Australian Open. Eles precisaram salvar cinco match-points para anotar uma suada virada sobre o indiano Yuki Bhambri e o holandês Robin Haase, com parciais de 1/6, 7/6 (10-8) e 7/6 (9-7).

Os sul-americanos começaram mal no jogo, venceram apenas 41% dos pontos de saque no primeiro set e não passaram de 20% de aproveitamento na devolução, com a qual faturaram míseros quatro pontos. Com duas quebras seguidas logo de cara, Bhambri e Haase abriram confortável vantagem de 5/0 e não tiveram dificuldade para abrir 1 a 0.

Para complicar ainda mais, Bhambri e Haase abriram a segunda parcial com quebra, mas o brasileiro e o colombiano não desistiram e seguiram firmes, devolvendo o break em seguida. Eles chegaram a abrir 4/2, mas perderam o saque em seguida. Sem novas quebras, a decisão foi para o tiebreak, em que Matos e Barrientos salvaram os dois primeiros match-points.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

No terceiro e decisivo set, Matos e Barrientos quase quebraram no primeiro game, com os rivais saindo de 0-40 para confirmar. Mais tarde, foi a vez dos sul-americanos reverterem 0-40 com o saque, só que desta vez eram também três match-points contra. Veio então mais um tiebreak equilibrado, no qual o braisleiro o o colombiano levaram a melhor no detalhe e ficaram com a vitória.

Matos e Barrientos ainda não sabem quem terão pela frente em Melbourne, eles esperam pelos vencedores do embate que de um lado tem os cabeças de chave 9, o britânico Jamie Murray e o neozelandês Michael Venus, e do outro o uruguaio Ariel Behar e o tcheco Adam Pavlasek.

 

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Matheus Ferreira
Matheus Ferreira
5 meses atrás

Haja coração!!!

Trump
Trump
5 meses atrás

Nas duplas masculinas o Brasil está na condição de zebra em quase todo jogo… esse aí já foi um resultado muito bom, pq Haase é um bom duplista, e a Índia tem uma escola antiga de duplistas. Wild vai jogar com Baez na base do “vamos ver no que que dá”. Melo, quase aposentado, qualquer jogo que ganhar é lucro.Demoliner entrou com ranking protegido mas vai ter que encarar donos da casa (australianos) pelo caminho, difícil. E o Matos agora provavelmente encara a difícil dupla Murray/Venus, cabeça de chave. Não vai ser fácil chegar na 3a rodada

Márcio
Márcio
5 meses atrás

Duplas é um jogo sensacional!!

Paulo A.
Paulo A.
5 meses atrás

Ele também jogará duplas mistas com a Luísa este ano? Espero que sim, até para defender o título do ano passado…

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE