PLACAR

Matos cai diante dos líderes do ranking e para nas oitavas

Foto: Fotojump

Roma (Itália) – Chegou ao fim a participação brasileira no Masters 1000 de Roma. Além da derrota do cearense Thiago Monteiro nas oitavas de final de simples, o gaúcho Rafael Matos também se despediu nessa mesma etapa na chave de duplas. Jogando ao lado do argentino Andres Molteni, ele acabou eliminado pelos líderes do ranking, o espanhol Marcel Granollers e o também argentino Horacio Zeballos, que levaram a melhor com o placar de 6/4 e 6/2 em 1h33 de partida.

Com o resultado, Matos repete sua melhor campanha em Masters 1000, tendo vencido um jogo e alcançado as oitavas também em Miami no ano passado, quando ainda jogava com o espanhol David Vega Hernandez. O brasileiro de 28 anos soma agora duas vitórias e oito derrotas neste nível de evento.

Ex-número 23 do mundo e atual 43º colocado, ele deverá voltar ao top 40 na próxima segunda-feira, ocupando momentaneamente a 39ª posição do ranking da especialidade, dois postos abaixo do mineiro Marcelo Melo, hoje o melhor brasileiro na lista masculina. Parceiro de Matos em Roma, Molteni ocupa o 15º lugar, mas foi o sétimo em agosto do ano passado.

Quartas de final definidas nas duplas

Já Granollers e Zeballos, que dividem hoje o posto de número 1 do mundo, vão enfrentar nas quartas de final a forte parceria belga de Sander Gille e Joran Vliegen, atuais 19 do ranking e campeões de Monte Carlo há cerca de um mês. Ele passaram no último domingo pelo monegasco Hugo Nys e o polonês Jan Zielinski, oitavos pré-inscritos do torneio, com uma virada por 5/7, 6/3 e 10-8.

Os vencedores dessa partida vão enfrentar quem passar do confronto entre o dueto do cazaque Alexander Bublik com o norte-americano Ben Shelton diante dos argentinos Francisco Cerúndolo e Tomas Etcheverry. Do outro lado da chave, o salvadorenho Marcelo Arévalo e o croata Mate Pavic desafiam a vencedora parceria de Rajeev Ram e Joe Salibury, cabeças 3, enquanto o holandês Wesley Koolhof e o croata Nikola Mektic, sétimos principais favoritos, medem forças com os italianos Simone Bolelli e Andrea Vavassori.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE