PLACAR

López diz que foi surpreendido com convite de Nadal

Foto: ATP

Brisbane (Austrália) – Antes mesmo de disputar sua primeira partida de simples neste retorno às quadras, Rafael Nadal não apenas surpreendeu muita gente no circuito ao decidir jogar também a chave de duplas do ATP 250 de Brisbane, como também pegou desprevenido o seu próprio parceiro no torneio australiano.

Segundo o agora treinador Marc López, o convite inesperado veio há poucas semanas. “Eu não esperava. Ele me disse enquanto treinava no Kuwait que queria jogar uma partida antes de estrear em simples e propôs de jogarmos juntos”, confessou o espanhol que integra a equipe técnica de Rafa desde dezembro de 2021.

“Tive pouca atividade competitiva, mas no final fizemos o que podíamos. Falando como seu treinador, o importante era que ele pelo menos entrasse em quadra. Foi um primeiro contato antes de competir no individual, que é o que realmente importa”, acrescentou. Apesar disso, López e Nadal acabaram eliminados na estreia pelos anfitriões Max Purcell e Jordan Thompson com um duplo 6/4.

Campeão olímpico no Rio-2016 e dono de outros cinco troféus no circuito ao lado de Nadal, López também revelou que o canhoto de Mallorca havia lhe cobrado uma partida juntos desde que o duplista se aposentou do circuito no ano passado.

“Espero me despedir de você em algum lugar, temos um último jogo para jogar. Você se despediu do Feli [López] e do Carlos [Alcaraz], e gostaria que jogássemos uma última vez juntos”, disse Rafa para o amigo após sua despedida do tênis no ATP 500 de Barcelona e no Masters 1000 de Madri em 2022.

“Ficou um pouco no ar. É verdade que, infelizmente, devido à lesão do Rafa não pudemos jogar na temporada 2023 e no final surgiu essa possibilidade agora. Pessoalmente, jogar pela última vez com ele, mesmo que não tenha sido um bom jogo, é sempre emocionante. Além de estar no time dele agora, ele é um dos meus melhores amigos e ainda por cima me ajudou muito ao longo da minha carreira. Sempre serei grato a ele por tudo que me proporcionou atletica e pessoalmente”, comentou López.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE